Primeiro comboio chinês feito para o metropolitano do Porto vai começar a circular em breve

- Publicidade -

Já está a caminho de Portugal.

Ficou concluído no final do passado mês de julho e, até muito recentemente, andava a ser testado na cidade de Tangshan, no nordeste da província chinesa de Hebei. Falamos do primeiro de 18 novos comboios (ou composições, vá) que a Metro do Porto encomendou à chinesa CRRC Tangshan, a maior fabricante mundial de material circulante ferroviário, e que já se encontra a caminho de Portugal, a bordo de um navio de carga.

De acordo com o ECO, cada comboio tem quatro carruagens e capacidade para 334 passageiros, sendo capazes de atingir uma velocidade máxima de 80 km/h.

O contrato, no valor de 49,6 milhões de euros, para a aquisição destas composições foi assinado em janeiro de 2020, ainda antes da pandemia de COVID-19 tomar conta do mundo e atrasar o processo.

Estes novos comboios servirão para a expansão do metropolitano do Porto: a futura linha Rosa, atualmente em construção (São Bento – Casa da Música), e o prolongamento da linha Amarela, entre Santo Ovídio e Vila d’Este, em Vila Nova de Gaia.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes