Colvin, a startup de flores online reforça investimento em Portugal

por Echo Boomer

A Colvin, startup de flores online espanhola, acabou de fechar a sua quarta ronda de financiamento, uma ronda Series A, com um valor de mais de seis milhões de euros. A operação foi liderada pelo fundo venture capital P101, a maior gestora de fundos de capital risco em Itália e conta também com a portuguesa Busy Angels, que reforça a sua participação na startup.

O valor levantado permitirá à startup de encomenda e entrega de flores investir no mercado português, através da parceria com produtores locais e do aumento da equipa de gestão.

A startup de flores online, fundada no final de 2016 por Sergi Bastardas, Andrés Cester e Marc Olmedillo conseguiu, no seu primeiro ano e meio de vida, acumular cerca de três milhões de euros de financiamento. Com esta nova injeção de capital, a Colvin continuará a consolidar-se em Espanha, Itália e Portugal, outra das razões que motivou esta segunda aposta da Busy Angels.

Aos sócios atuais, nomeadamente a Samaipata Ventures e a Mediaset Espanha, juntam-se agora Javier Etxebeste, ex-CEO da Yahoo, e Hugo Arévalo, fundador da Tuent. Este financiamento irá ainda acelerar a presença internacional de Colvin, permitindo a sua chegada a mercados de grande potencial, reforçar a sua aposta na tecnologia, no marketing, fortalecer a marca e a desintermediação do mercado.

Atualmente, o mercado das flores está em rápido crescimento, movimentando cerca de 100 mil milhões de dólares em todo o mundo. Estima-se que a compra de flores online se venha a multiplicar por cinco nos próximos 10 anos.

A Colvin é a primeira plataforma a apostar no comércio vertical com vista a digitalizar o setor das flores e plantas na Europa, tendo por base um modelo disruptivo baseado na desintermediação do produto. A startup espanhola criou a primeira rede sem intermediários, utilizando tecnologia e a logística na cadeia de fornecimento que lhe permite garantir que as flores enviadas são cortadas no momento em que a encomenda é realizada.


 

Também pode interessar

Deixar uma resposta

O Echo Boomer utiliza cookies para dar a melhor experiência possível aos nossos leitores. Aceitar Ler mais

%d bloggers like this: