CLIT – Cinema em Locais Inusitados e Temporários é o novo festival de cinema de Setúbal

E já tem segunda edição planeada para junho do próximo ano.

- Publicidade -

Mais de noventa filmes estão à descoberta até 17 de outubro no CLIT – Cinema em Locais Inusitados e Temporários, novo festival cinematográfico de Setúbal, com a marca Festroia, que abriu na noite de 8 de outubro com uma sessão dupla.

A animação O clitóris, da canadiana Lori Malépart-Traversy, e o documentário Água sagrada, do belga Olivier Jourdain, exibidos na Casa da Baía, tiveram honras de abertura do certame organizado pela Associação Cultural Festroia, com o patrocínio principal da Câmara Municipal de Setúbal.

Até 17 de outubro, o CLIT tem sessões gratuitas para o público com uma seleção de 90 filmes de 40 países, incluindo estreias mundiais e candidatos aos Óscares.

O CLIT – Cinema em Locais Inusitados e Temporários partilha o prazer da cinematografia numa viagem por vários géneros, do romance à comédia e ao suspense, repartidos em três secções distintas, concretamente “Estimula-te!”, “Ativa-te!” e “Descobre-o!”, as duas últimas de caráter competitivo.

A secção “Estimula-te!”, com lugar cativo na Casa da Baía, dá a conhecer uma seleção de primeiras obras de realizadores nacionais e estrangeiros, agrupadas em animação, artes plásticas, beleza e aceitação, novos valores russos e curtas realizadas por homens e da autoria de mulheres.

A secção “Ativa-te!”, com apresentações no campus do Instituto Politécnico de Setúbal, a qual conta com o patrocínio exclusivo do Programa Cidadãos Ativos/EEA Grants, gerido em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Bissaya Barreto, está centrada nas temáticas sociais e ambientais.

Proteção dos oceanos, saúde mental, direitos das mulheres, refugiados, ação climática, agroecologia e impactes da robótica e da inteligência artificial na sociedade são temas explorados nos filmes em exibição, os quais originam debates com a presença de convidados em todas as sessões.

Já a secção “Descobre-o!” foi pensada para o público mais aventureiro, com exibições em espaços não divulgados, que desafia os participantes a embarcar numa descoberta dos locais, alimentada por pistas reveladas no site do festival, página que disponibiliza a programação completa do certame.

Casa da Baía, Capricho Setubalense, Auditório Bocage, Inatel, Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal e Instituto Politécnico de Setúbal são os locais privilegiados deste novo festival, que conta ainda com masterclasses de cinema, debates, artes plásticas e dança.

O último dia do festival reserva duas masterclasses da FX Animation Barcelona 3D & Film School, na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, concretamente Do talento ao sucesso, chaves para a evolução de quem realiza, por Fàtima Vilà, e Pós-produção e VFX para filmes independentes, por Viviana Niño.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Sumol-Compal investe 15 milhões de euros num armazém automático em Almeirim

E irá reduzir a pegada de dióxido de carbono em cerca de 1.000 toneladas por ano.

Mão Morta, Bizarra Locomotiva, Process of Guilt e The Quartet of Woah! no Back to Back Festival

Rock e metal voltam a ouvir-se ao vivo nas salas de espetáculos pelas mãos de quatro dos seus maiores ícones nacionais.

Exames de acesso ao ensino superior poderão ser usados durante quatro anos

E os alunos podem escolher a melhor qualificação se optarem por repetir as provas.