Christine and The Queens e Shame no Super Bock Super Rock

Depois de Lana Del Rey, Cat Power e Charlotte Gainsbourg, há mais talento feminino a caminho da 25ª edição do Super Bock Super Rock: Christine and The Queens atua dia 19 de julho, no Palco Super Bock, e, no mesmo dia, juntam-se também os Shame, que trazem ao Meco o melhor rock originário de terras de Sua Majestade.

- Publicidade -

Começando por Christine and The Queens, é o projeto de Heloise Letissier. É considerada um dos nomes mais fortes do “novo pop francês”, tendo sido numa viagem a Londres que se apaixonou pelo trabalho das drag queens, uma influência para a sua arte – e a razão do The Queens no nome.

A artista tem influências como David Bowie, Michael Jackson ou Laurie Anderson, mas acaba por haver mais que isso. Aliás, Christine é capaz de juntar música, teatro, dança e uma série de outras expressões num só espetáculo, fazendo uso das potencialidades da multimédia.

Lançou o primeiro EP, Miséricorde, em 2011, ao qual se seguiu um outro, Mac Abbe, editado logo no ano seguinte. Já em 2013 surgiu “Nuit 17 à 52” e, em 2014, o primeiro disco, Chaleur Humaine.

No ano passado lançou Chris, segundo álbum carregado de pop, r&b e um toque de funk, tudo a fazer lembrar os anos 80.



Quanto aos Shame, nasceram em 2014 quando o vocalista Charlie Steen, os guitarristas Sean Coyle-Smith e Eddie Green, o baixista Josh Finerty e o baterista Charlie Forbes se conheceram na escola. Inspirados por músicos e escritores como The Fall e Irvine Welsh, os Shame foram em busca da sua própria linguagem, próxima do pós-punk, mas sem fechar a porta a outras influências.

Começaram por dar nas vistas com o primeiro single “The Lick/Gold Hole” e, depois, em 2017, com as canções “Tasteless”, “Concretude” e “Visa Vulture”. Já no início do ano saiu o disco de estreia, Songs of Praise, um rock cheio de energia juvenil. Aliás, diz-mse que dão grandes concertos, pelo que nada como passar pelo Meco e tirar a prova.

Até agora, o Super Bock Super Rock confirmou Lana del Rey, The 1975, MetronomyFKJSuperorganism, Kaytranada, Disclosure, Charlotte Gainsbourg, Cat Power, ProfJam, Masego, Migos, Calexico and Iron & Wine e Branko.

Recorde-se que a 25ª edição do Super Bock Super Rock vai acontecer a 18, 19 e 20 de Julho de 2019, na Herdade do Cabeço da Flauta, no Meco, após se ter mudado para o Parque das Nações, em Lisboa. O “novo” local vai estar preparado para o campismo durante os três dias e será de acesso gratuito a todos os portadores do passe geral, que podem aproveitar o campismo mais cedo, neste caso desde quarta-feira, 17 de julho, até domingo, 21 de julho.

Quanto aos bilhetes, já podem ser adquiridos num terceiro lote na Blueticket e outros locais habituais com o passe de três dias a custar 110€ e o diário 60€. Recorde-se que o dai 18 de julho está esgotado.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Super Bock em Stock (Dia 1) – Tuk Tuks para Autóctones

Um regresso aos festivais, neste caso a um itinerante.

Música – Álbuns essenciais (outubro 2021)

Um mês de regressos surpreendentes e de estreias muito interessantes.

Lefty às direitas na apresentação de Andrómeda no Maus Hábitos

Uma banda para continuar a acompanhar e a valorizar.

Porto recebe aquele que será o mais curioso festival dedicado à cerveja artesanal

E há workshops gratuitos mediante reserva antecipada.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Palácio Nacional de Mafra vai ser reabilitado

As obras deverão estar concluídas no final de 2025.

Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto vão contar com mais 145 autocarros elétricos ou movidos a hidrogénio

Uma medida que se insere no âmbito da Componente 15 – Mobilidade Sustentável, do Programa de Recuperação e Resiliência de Portugal.

Inaugurado primeiro Espaço Cidadão numa unidade de saúde

Algo que vem facilitar ainda mais a vida aos cidadãos.