Chegou um Kinder Bueno de coco às prateleiras dos supermercados

- Publicidade - trk
- Publicidade -

É como se fosse um Raffaello… mas noutro formato.

Kinder Bueno

Os viciados em chocolate decerto conhecem bem o Kinder Bueno, constituído por duas barrinhas com recheio de creme de avelãs, um wafer crocante e cobertas de uma fina capa de um delicioso chocolate de leite. E como é habitual neste nicho, vão surgindo sabores diferentes desse mesmo chocolate.

Além do original, temos o Kinder Bueno White (barrinhas cobertas de chocolate branco e recheadas com creme de avelã), Kinder Bueno Dark (barrinhas cobertas com recheio cremoso de leite e avelãs cobertas de uma fina camada de chocolate negro) e os Kinder Bueno Mini, que, tal como o nome indica, é como a versão original, mas em tamanho pequeno.

Pois bem, e se vos dissermos que, agora, existe o Kinder Bueno Coco? Sim, existe mesmo.

Esta é uma versão limitada e já disponível no mercado português, sendo composta por duas crocantes barrinhas com um cremoso recheio de leite e avelãs, coberto por chocolate branco de coco e coco ralado. Se a ler já soa bem, imaginem o sabor.

Podem encontrar nos super e hipermercados do costume. Mas atenção, o melhor é correrem e guardarem uns quantos em casa, pois promete desaparecer rapidamente das prateleiras.

- Publicidade -

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Atenção, agora os chocolates Kinder viraram gelados!

Pode-se dizer que é um sonho tornado realidade. Quantas e quantas vezes não estávamos nós a deliciarmo-nos com um...
- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Linha do Oeste vai ser finalmente modernizada

A capacitação da Linha do Oeste, até Caldas da Rainha, possibilitará a redução do tempo de viagem entre Caldas da Rainha – Lisboa e Torres Vedras – Lisboa em cerca de 30 minutos.

Stormzy fora do NOS Alive 2022. Horários já estão disponíveis

Está naquela altura de fazer escolhas.

Governo vai avançar com aeroportos no Montijo e em Alcochete. O de Lisboa é para fechar

O do Montijo, que será complementar, deverá estar pronto em 2026. Já o de Alcochete, que substituirá o de Lisboa, estima-se que entre em funcionamento em 2035.