fbpx

O novo relógio da CASIO celebra 40 anos da Esquadra 751 da Força Aérea

Visitar o museu do ar deveria passar a ser passeio obrigatório para todas as famílias. Desde o primeiro avião de todos, que nos dá frio na barriga só de olhar para ele e imaginar, passando pelo primeiro avião da TAP, até às primeiras máquinas da guerra do ultramar. É fascinante ver o percurso da nossa aviação e conhecer melhor a história. Foi assim que começou a nossa visita, em que o objetivo era ficar a saber mais sobre a Esquadra 751 da Força Área, que faz 40 anos de serviço, e, por isso, foi presenteada com um Casio G-Shock.

Esta parceria começou há cerca de dois anos e o relógio G-Shock tornou-se um instrumento fundamental nas vidas dos 100 homens que formam a equipa de busca e salvamento da Esquadra 751. Para estes homens, em todas as missões, cada minuto conta, e o tempo tem que ser um aliado, daí o facto de um relógio resistente, preciso e com características fundamentais para ambientes adversos ser essencial.

Os PUMAS, como são conhecidos, têm como lema “Para que os outros vivam”. Já executaram mais de 56.800 horas de voo e foram salvas mais de 3678 vidas. E este ano é o ano da Casio prestar homenagem com 40 exemplares G-Shock Esquadra 751.

Cada exemplar é composto pelo G-Shock Rangeman, da série Master of G, que terá na bracelete uma gravação alusiva aos 40 anos da Esquadra 751. Este relógio conta com um Triple Sensor para medir o rumo da bússola, a pressão/altitude atmosférica e a temperatura, com base no conceito de “Survival Toughness.” É capaz de navegar por GPS – uma estreia num relógio G-SHOCK. O relógio recolhe dados de localização de satélites GPS para exibir a localização atual numa rota para um destino, em tempo real. E tem memória para guardar dados de rastreamento, incluindo longitude/latitude, altitude e temperatura.

O GPR-B1000 possui dois sistemas wireless de carregamento solar. As funções do GPS são utilizáveis até 33 horas com uma carga wireless de cerca de cinco horas. Mesmo que o nível da bateria fique abaixo do que é necessário para utilizar o GPS, enquanto estiver ao ar livre, o carregamento solar pode ser usado para retomar as funções do GPS por um tempo limitado. A exibição da hora é mantida sempre em funcionamento usando o carregamento solar, independentemente do status das funções do GPS. É resistente à poeira e à lama e a bracelete é em fibra de carbono.

Com todas estas características, o G-Shock só poderia ser o escolhido pela Esquadra 751, contribuindo para que seja ainda mais precisa, rigorosa e eficaz.

Texto de: Mafalda Fidalgo

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Cinco destinos rurais para fazerem férias em Portugal

Já falta menos de um mês para o verão terminar, mas tal não significa que não se possam tirar mais uns dias de férias.

Swans vêm mesmo tocar a Portugal no próximo ano

Esperemos que, até lá, já ninguém oiça falar da COVID-19.

Concerto dos Slipknot em Portugal foi cancelado

Devido à pandemia de COVID-19, a tour europeia da banda ficou sem efeito.
- Publicidade -

Mais Recentes

King C. Gillette. Nova marca apresenta-se como a “mais completa de produtos para homens com pelo facial”

A nova marca da P&G inclui 11 produtos essenciais para aparar, barbear e cuidar do pelo facial.

A Amazon lançou um novo Fire Stick e atualizou um dos já existentes

Mas há um problema: a Amazon não está a enviá-los para Portugal.