fbpx

Canon quer redefinir as fronteiras da fotografia e do cinema

Mais de trinta anos após do lançamento do sistema EOS original, a Canon quer redefinir as fronteiras da fotografia e do cinema com o lançamento do Sistema pioneiro EOS R, que aumentará, uma vez mais, as possibilidades fotográficas de inúmeras formas. A baioneta da objetiva RF foi estudada com a combinação perfeita de ótica, mecânica e eletrónica, concebida para captar momentos únicos.

Uma baioneta pioneira, construída a partir do melhor legado das EOS

Desde a sua criação em 1987, o Sistema EOS – incluindo o EOS Cinema – tornou-se no Sistema mais reconhecido no mundo. Já este lançamento leva a plataforma EOS a um novo nível, incorporando o melhor do Sistema já existente, com níveis de desempenho ainda melhores, conceção de objetivas para inúmeras possibilidades e flexibilidade criativa. A nova baioneta RF foi construída com base nos pontos fortes da montagem EF e é o resultado de uma pesquisa detalhada dos engenheiros da Canon, que conceberam um sistema ótico com uma baioneta de 54mm de diâmetro e uma distância de 20mm ao sensor – permitindo ainda maior liberdade quando desenharam as objetivas. A ligação da nova baioneta de 12 pinos permite uma comunicação melhorada e uma transmissão de energia entre a objetiva e o corpo da câmara, resultando numa melhor qualidade e facilidade de utilização.

Construído a partir do zero, o novo Sistema foi projetado com uma preciosa contribuição, durante o seu desenvolvimento, de fotógrafos, cineastas profissionais e entusiastas. O Sistema EOS R com baioneta RF e Dual Pixel CMOS AF oferece excelência ótica incomparável, o autofocus mais rápido do mundo e uma comunicação mais rápida entre a câmara e a objetiva.

Com uma tecnologia inovadora para fotografia e cinema, o Sistema EOS R permite que todos os utilizadores fotografem e filmem com condições de baixa luz extremas com um foco altamente preciso, graças ao Dual Pixel CMOS AF. Pequeno e discreto, Sistema EOS R oferece flexibilidade, além da vantagem do disparo silencioso. Oferece também o mais elevado padrão de gravação de filmes de qualquer câmara Canon com o Sistema EOS, fora da gama EOS Cinema, permitindo que os cineastas levem as suas histórias para o próximo nível em 4K, com saída de 10 bits através de HDMI.

Um Sistema concebido com foco nas objetivas

O Sistema EOS R herda todas as vantagens do Sistema existente, tendo compatibilidade total com as objetivas EF e EF-S e com os acessórios já existentes através dos três adaptadores desenvolvidos recentemente, expandindo os limites de captação de imagens. A Canon também aproveitou para lançar quatro novas objetivas, compatíveis com o Sistema EOS R – a RF 28-70mm f/2L USM, RF 50mm f/1.2L USM, RF 24-105mm f/4L IS USM e RF 35mm f/1.8 MACRO IS STM.

Adicionalmente, utilizadores das existentes câmaras DSLR Canon EOS full frame e APS-C DSLR podem usufruir do Sistema EOS R com as suas objetivas EF e EF-S graças aos adaptadores, mantendo o mesmo desempenho quando usadas numa DSLR, bem como todos os acessórios e flashes Speedlite.

Novo elemento da família full frame

A Canon anunciou que a primeira câmara terá o nome de EOS R e contará com uma baioneta RF – definindo o novo padrão de câmaras do futuro. Com a focagem automática mais rápida do mundo, é também a primeira câmara do mundo com a capacidade de focar em condições de luz tão baixas como a -6EV e com um disparo totalmente silencioso, fornecendo resultados com uma qualidade impressionante em todas as ocasiões. A EOS R redefine o desempenho de foto e vídeo com uma qualidade de imagem incomparável, conetividade de última geração, ergonomia sofisticada e fácil de manusear.

Expandindo ainda mais o Sistema EOS existente, a Canon lança também a EF-M 32mm f/1.4 STM – a nova objetiva de 32mm para o Sistema mirrorless EOS M – e a EF 400mm f/2.8L IS III USM e EF 600mm f/4L IS III USM, duas inovadoras, leves e profissionais super teleobjetivas para o Sistema EF.


 

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,778FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Depois do Irista, Canon apresenta novo serviço de armazenamento na cloud

Lembram-se quando existia o serviço Irista, a cloud de armazenamento da Canon? Pois bem, é algo que não existe desde o passado dia 1 de fevereiro. Aquando do anúncio, a marca referia querer focar-se em investir nas tecnologias e serviços de imagem, como por exemplo o Canon image Gateway e o Canon Camera Connect.

Têm fotos no Irista da Canon? Cuidado, o serviço vai encerrar

E já a 31 de janeiro de 2020, o que significa que já falta pouco tempo. Portanto, se têm muitas imagens guardadas no serviço de fotografias na cloud Irista, da Canon, o melhor é começarem a fazer download e arranjarem outra cloud onde possam colocar as vossos fotos.

Canon Zoemini, a nova impressora fotográfica portátil e compacta da marca

A Canon Europa revela a nova Canon Zoemini, uma impressora fotográfica portátil e compacta com tecnologia ZINK (sem tinta)....

Canon EOS 2000D e EOS 4000D são as novas DSLR da marca

Ambas as câmaras estarão à venda no final deste mês.
- Publicidade -

Mais Recentes

Celebra o aniversário do Batman com o LEGO do seu Batwing

O novo set de coleção é inspirado no icónico veiculo do filme de 1989.

Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apostar em água reutilizada para lavar as ruas e regar espaços verdes

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou a proposta para a construção da Rede de Água Reutilizada de Lisboa na Zona Ribeirinha e Bairro Alto.