Burger King. Quando uma campanha é mal executada

Podia ter corrido tão bem…

- Publicidade -

Quem nos segue decerto já terá reparado na quantidade de vezes que falamos no Burger King. Sim, os nossos leitores adoram saber quando é que abre um novo restaurante, quais as novidades no menu e se vão surgindo promoções. Mas nem tudo é perfeito.

Recentemente, demos conta da mais recente iniciativa da marca, em que, em jeitos de comemoração do Halloween, pede aos clientes que vejam um vídeo na app às 3h da manhã para que, dessa forma, possa oferecer menus grátis. Esta é uma campanha que está a decorrer durante esta semana e que começou na madrugada de segunda-feira. Infelizmente, o que podia ser uma belíssima campanha, não passa de uma tentativa disso mesmo.

Aqui no Echo Boomer tentámos participar na campanha, mas deparámo-nos com diversos problemas. O acesso à app e ao visionamento dos respetivos vídeos correu bem na madrugada de terça-feira e de quarta-feira, tendo surgido os respetivos menus de oferta, mas esta quinta-feira, às 3h da manhã, a experiência já não correu bem. Com dois smartphones diferentes e respetivas contas diferentes, ao carregar no banner alusivo a esta campanha, surgia-nos uma mensagem de erro… em espanhol, dizendo que os códigos não estavam disponíveis. Tentámos 10 minutos depois, mesmo erro. 20 minutos depois? Igual. Foi uma madrugada sem direito a códigos, o que não devia acontecer.

O segundo erro está relacionado com a aplicação dos códigos em si. Como referimos, temos dois códigos para utilizar, e logo aqui surge um problema: somente os podemos utilizar no site/app. Vantagem? Não temos de ir ao restaurante para redimir esses códigos. Desvantagem? Como só podemos utilizar no site/app, isso significa que temos que pagar 3,95€ pela taxa de entrega, o que é um valor absurdo, principalmente para aqueles clientes que vivem a poucos metros de um restaurante Burger King. E pagando quase 4€ só pela entrega, os menus, que deveriam ser de borla, não ficam tão baratos assim. E atenção, esta promoção somente é válida para restaurantes Burger King com serviço de entrega ao domicílio… e nem todos os spots da marca fazem entregas em casa.

Mas voltando à utilização dos respetivos códigos, é o próprio Burger King que diz que a utilização é exclusiva para o site e app. Ou pelos menos era o que devia acontecer, pois tivemos problemas não só com a app, mas também no site oficial.

Segundo podem ver nesta imagem, ao inserir um dos códigos que nos saiu, dá-nos uma mensagem de erro… em espanhol. Com o outro código tudo ok, isto na app. Já no site, inexplicavelmente, ambos os códigos não são considerados válidos.

Também aqui em cima podem ver outro erro que apanhámos. Nesta campanha, ao inserirmos o código, é suposto surgir o custo do menu como 0,00€, mais 3,90€ da taxa de entrega e 0,05€ pelo saco. Ora, num dos códigos colocados, o sistema não assume a taxa de entrega, apenas os 0,05€ do saco, referindo que faltam 0,06€, pois o custo mínimo para fazer um pedido é de 0,11€. Nunca antes vimos tal coisa.

O mais engraçado? Temos de adicionar um produto para que, então, chegue ao valor mínimo de 0,11€. No nosso caso, optámos por adicionar o molho. E só aí, com esse produto adicionado, é que o sistema assume o custo da entrega de 3,90€. Contas feitas, esta compra fica ainda mais cara do que era suposto, pois não só temos de pagar taxa de entrega de um menu grátis, como neste caso em específico temos de adicionar um produto extra para o sistema dar seguimento.

Não sabemos o que é que correu mal nesta iniciativa Halloween do Burger King, mas trata-se de uma campanha internacional e, como tal, deve ter sido feita por profissionais. Porém, com todos estes erros, não podemos deixar de evitar uma sensação de amadorismo…

P.S. Poucos poderão ter reparado, mas esta promoção é limitada a 500 códigos à segunda-feira, terça-feira e quarta feira e a 1.125 códigos nos restantes dias. Daí talvez o facto de não termos conseguidos os códigos esta madrugada. Porém, parece haver outra contradição nas datas. Nas imagens dos códigos, é dito que devemos fazer um pedido até 31 de dezembro. Já na informação que surge nos vídeos publicados nas redes sociais, pode ler-se que os códigos são de utilização única, pessoais e intransmissíveis ou passíveis de troca até 14 de novembro. Em que ficamos?

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Ver vídeos na app do Burger King de madrugada vai dar direito a menus grátis

Durante toda a semana do Halloween, o Burger King desafia os amantes da noite mais assustadora do ano a acordar às 3h da madrugada para ganharem menus grátis através da aplicação para smartphones.

Burger King abre novo restaurante no concelho de Vila Nova de Gaia

Esta abertura representa a criação de cerca de 25 novos postos de trabalho diretos.

O hambúrguer Long, do Burger King, virou vegetal

Ao todo, a marca conta agora com três opções vegetais.

Burger King abre restaurante no Entroncamento

Esta abertura representa a criação de cerca de 25 novos postos de trabalho diretos.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Inaugurado primeiro Espaço Cidadão numa unidade de saúde

Algo que vem facilitar ainda mais a vida aos cidadãos.

Clockwork Aquario – Uma nova oportunidade para este clássico perdido

Anteriormente cancelado, o título da Westone regressa à vida graças à conversão da Inin Games.

Crítica – Resident Evil: Welcome to Raccoon City

Infelizmente, ainda não foi desta que surgiu um filme genuinamente bom de uma adaptação de Resident Evil para o grande ecrã.