Bons Sons: Quem vai uma vez volta sempre

- Publicidade - trk
- Publicidade -

O estudo realizado junto do público do Bons Sons mostra que há todo um país a convergir no calor da aldeia, em agosto. Em termos nacionais, o festival é visitado desde o Porto (15%) e região norte (24%), passando por Lisboa e grande Lisboa/Vale do Tejo, de onde provém a grande maioria (58%). Em termos regionais, 48% dos visitantes são de localidades a menos de 40 km de Cem Soldos – Tomar, Ourém, Alcanena, Torres Novas, Abrantes e Fátima.

O estudo é resultado de questionários aplicados durante os quatro dias na última edição do festival, junto de uma amostra composta por homens e mulheres de vários pontos pontos do país, de diferentes grupos etários e diversificado perfil académico, com o objetivo de caracterizar os perfis de público, considerando o seu perfil sócio-cultural e a sua relação com o festival.

Um dos grandes atrativos para os visitantes questionados é o facto de o festival fazer parte de algo maior, de um projeto comunitário, erguido por voluntários, pela amizade e pelo amor a um ideal. Os festivaleiros reconhecem esse ideal e sentem-se felizes por fazer parte dele. A reunião com amigos e a possibilidade de fazer novos é outra das razões que leva milhares a Cem Soldos.

Interessante verificar que a maioria que vai pela primeira vez ao festival volta (58% dos inquiridos foi e voltou uma ou mais vezes). Os visitantes mais fiéis, isto é os que já estiveram em edições anteriores, valorizam mais a dimensão comunitária do Bons Sons e o programa musical (ver atuar um artista em particular) do que os visitantes que vêm ao festival pela primeira vez, sendo que a maioria tem conhecimento do mesmo através de amigos e familiares (74%), reforçando a ideia de que o Bons Sons é de amigos e para os amigos.

Para os visitantes é possível perceber que o festival contribui também para uma imagem positiva de Cem Soldos, para tornar a comunidade mais aberta, para reforçar laços intergeracionais, para o sentimento de comunidade e contribui com benefícios económicos e receitas para projectos sociais na aldeia.

Público Bons Sons

Constata-se também que a satisfação geral é bastante elevada entre os visitantes. Mais de 87% declara-se muito ou totalmente satisfeito com o festival, 98% assume que provavelmente ou certamente irá voltar ao festival, e 99% recomendaria o festival aos amigos e familiares.

Tudo isto com uma banda sonora proporcional ao amor que se sente ao entrar na aldeia que se fecha de tanto abrir os braços. Os concertos são o vento que empurra paixões, amizades e encontros. O programa do Bons Sons é realçado pela sua qualidade, pelo seu enquadramento na aldeia e pela forma como consegue transmitir energia e alegria durante os quatro dias de festival.

E depois há a sustentabilidade, uma qualidade que o festival teima e teimará ter sempre. Realçando, novamente, o facto de ser erguido por voluntários, a ecologia está sempre presente de forma muito profissional e estimada. Não há desperdícios e a reciclagem ou reutilização das já famosas canecas ou copos reutilizáveis são ponto de honra na aldeia. São, acima de tudo, algo natural.

Já 72% dos nossos visitantes são solteiros. Os outros são comprometidos mas também com a música. Em Cem Soldos há bons sons, bons palcos, boas vibrações e boas amizades. E amor de verão.

O festival realiza-se este ano de 9 a 12 de agosto, sendo que o passe geral tem um custo de 30€ até 30 de abril, passando a custar 40€ de 1 de maio a 31 de julho, e fixando o seu preço final em 45€ em agosto. Já o bilhete diário tem um custo de 20€ até 31 de julho, subindo para os 22€ em agosto.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Música – Álbuns essenciais (janeiro 2022)

A primeira seleção de 2022 está aí e já temos um forte candidato a álbum do ano!

Festival Afro Nation anuncia novos nomes, entre os quais Chris Brown

A pré-venda dos bilhetes começa dia 27 de janeiro.

Ouve aqui o tema principal de The Batman

Michael Giacchino revela ao mundo a sua versão do tema do Batman.
- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Santa Catarina Sushi Bar. O novo restaurante do Chiado tem tudo para conquistar

Além de sushi, há ainda tacos e ceviche, num restaurante super agradável e que vai ao encontro daquilo que os clientes procuram.

Já podem ter uma party night no Mex Factory

O que significa já podem jantar naquele espaço inserido no icónico LX Factory.

Faro e Oeiras avançam com primeiros contratos PRR para 163 casas

Em Faro, o investimento estimado é de 8,2 milhões de euros, ao passo que, em Oeiras, o investimento é de 19,4 milhões de euros.