- Publicidade -

BONS SONS 2019 registou mais de 33 mil pessoas

-

Para sermos exatos, a edição deste ano do BONS SONS contou com 33.800 visitantes ao longo de quatro dias (dois deles – sábado e domingo – com lotação esgotada). No total, realizaram-se 52 concertos, 81 espetáculos e atividades especiais realizados por 250 artistas. A este número, soma-se a realização de oito concertos inesperados, 30 concertos espontâneos no Palco Garagem, um documentário (Uma Árvore no Largo, de Cátia Santos e Tomás Quitério) e um livro (BONS SONS x 10 – Uma Aldeia em Manifesto, Edições Escafandro, que, a partir de agora, está à venda no SCOCS, em Cem Soldos, no site das Edições Ecafandro e, em breve, nas lojas FNAC).

No decorrer do festival, além de muita música, houve dança, histórias encenadas, performances, instalação fotográfica, conversas, debates, jogos tradicionais, burros de Miranda, percursos artísticos, oficinas de música, visitas guiadas e um mural. Já se sabe bem a mística que tem o BONS SONS, um festival realizado por uma aldeia inteira e que contou com a ajuda de 510 voluntários (400 da aldeia e 110 de fora).

Apesar de a edição deste ano ter sido brindada pela chuva, tal não impediu a realização de quaisquer atividades.

Agora é esperar pela edição do próximo ano. E que seja ainda melhor!

Foto de: Verónica Paulo

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos nas redes Sociais

9,830FãsGostar
4,011SeguidoresSeguir
481SeguidoresSeguir
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Dragon Ball Z: Kakarot

Dragon Ball Z: Kakarot é uma fiel reprodução da história desenvolvida por Akira Toriyama, mas falta-lhe polimento e alguma inovação no gameplay para que possa ser recomendado a quem não é verdadeiramente fã.

Soho Soho (Neon Soho) vencem Festival Termómetro e vão atuar no NOS Alive e BONS SONS

Foi nesta madrugada de 26 de janeiro que ficámos a conhecer os grandes vencedores da 25.ª edição do Festival Termómetro. São os Soho Soho (Neon Soho), banda lisboeta constituída por Ana Vieira, Vera Condeço e Ricardo Cruz.

Perfumes & Companhia está a dar vouchers a quem reciclar

Mas para isso é preciso seguir alguns passos.

Crítica – 1917

Sam Mendes traz a sua visão singular a este épico sobre a Primeira Guerra Mundial, 1917. Num filme destinado a ser visto no maior e melhor ecrã possível.

Nova versão do tema “Partilhar”, de Rubel com AnaVitória, é um sucesso na Internet

De um lado, um dos mais aclamados cantores e compositor da nova música popular brasileira; do outro, uma dupla vencedora de um Grammy Latino. Falamos de Rubel e AnaVitória, que se juntaram para uma nova versão do tema "Partilhar".
- Publicidade -