Bolt Business Delivery é o novo serviço de entrega para empresas a chegar a Portugal

Depois da Uber, a Bolt também se disponibiliza a entregar encomendas.

Bolt
- Publicidade -

Foi há umas semanas que a Uber referiu que, devido à pandemia de COVID-19, iria passar a ter motoristas e estafetas disponíveis para que as empresas pudessem requisitar os serviços daquela plataforma. Agora, é a vez da Bolt avançar também com essa vertente.

Chama-se Bolt Business Delivery e, como o nome indica, é um serviço dedicado a empresas. Basicamente, as companhias ficam com acesso à rede de motoristas e estafetas da Bolt para garantir que os seus produtos chegam o mais rápido possível aos clientes.

Essencialmente, ao invés de se pedir serviços aos CTT ou a transportadoras privadas, a Bolt reinventa-se e, desta forma, dá serviço a muitos dos seus colaboradores, que deverão ter notado um decréscimo gigante de procura por estes dias. Muitos deles têm estado parados até.

Neste Bolt Business Delivery, as empresas podem recorrer ao serviço através de uma plataforma intuitiva, onde é possível adicionar as entregas realizando o upload de um documento CSV ou introduzindo os pedidos manualmente através de um formulário.

Os pedidos podem ser configurados para serem recolhidos no imediato ou nas 48h seguintes e existe ainda uma opção que permite a um único estafeta gerir múltiplas entregas para diferentes clientes na mesma viagem.

E é na parte de inserir as entregas no sistema que a empresa recebe uma estimativa de valor. Após confirmação do pedido, a Bolt envia um estafeta para recolher o pedido na hora indicada.

Como seria de esperar, há um sistema de tracking que permite acompanhar o processo de entrega. Neste caso, o cliente receberá um SMS com um tracking link, com a informação de que a encomenda está a caminho, tempo estimado de chegada e o contacto do estafeta.

Por estes dias, e de forma a evitar a propagação do vírus, todas as entregas são realizadas sem que exista um contacto direto com o destinatário. Quer isto dizer que as empresas deverão especificar um local onde a encomenda possa ser entregue.

Fonte:Bolt
- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Free Now quer que sejam os motoristas a decidir se transportam ou não passageiros no banco dianteiro

A plataforma eletrónica chama a atenção para a medida aprovada recentemente em Conselho de Ministros e considera que, caso não seja alterada, poderá aumentar o risco de transmissibilidade da Covid-19 entre profissionais e clientes de Táxi e TVDE.

Encomendas do El Corte Inglés Lisboa vão ser distribuídas no próprio dia através de bicicleta elétrica

Mas somente aos clientes que vivam nas imediações dos Grandes Armazéns El Corte Inglés de Lisboa.

Novo serviço dos CTT garante entrega no dia seguinte em vários países

O serviço Expresso Internacional Premium consiste no envio de documentos e mercadorias até 30kg.

LXeeseCake fecha lojas físicas e passa a aceitar apenas encomendas

Portanto, a única possibilidade agora é provar estes cheesecakes feitos de forma 100% artesanal no conforto do lar.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Bayonetta 3 é oficial, recebe um trailer e chega em 2022

O desespero terminou, o terceiro jogo de Bayonetta vem mesmo aí.

Há um novo restaurante em Gaia que nos convida a comer um bom bacalhau

São amantes desta mui nobre especialidade? Então não podem mesmo perder esta viagem gastronómica.