Bolt Business Delivery é o novo serviço de entrega para empresas a chegar a Portugal

Depois da Uber, a Bolt também se disponibiliza a entregar encomendas.

Bolt
- Publicidade -

Foi há umas semanas que a Uber referiu que, devido à pandemia de COVID-19, iria passar a ter motoristas e estafetas disponíveis para que as empresas pudessem requisitar os serviços daquela plataforma. Agora, é a vez da Bolt avançar também com essa vertente.

Chama-se Bolt Business Delivery e, como o nome indica, é um serviço dedicado a empresas. Basicamente, as companhias ficam com acesso à rede de motoristas e estafetas da Bolt para garantir que os seus produtos chegam o mais rápido possível aos clientes.

Essencialmente, ao invés de se pedir serviços aos CTT ou a transportadoras privadas, a Bolt reinventa-se e, desta forma, dá serviço a muitos dos seus colaboradores, que deverão ter notado um decréscimo gigante de procura por estes dias. Muitos deles têm estado parados até.

Neste Bolt Business Delivery, as empresas podem recorrer ao serviço através de uma plataforma intuitiva, onde é possível adicionar as entregas realizando o upload de um documento CSV ou introduzindo os pedidos manualmente através de um formulário.

Os pedidos podem ser configurados para serem recolhidos no imediato ou nas 48h seguintes e existe ainda uma opção que permite a um único estafeta gerir múltiplas entregas para diferentes clientes na mesma viagem.

E é na parte de inserir as entregas no sistema que a empresa recebe uma estimativa de valor. Após confirmação do pedido, a Bolt envia um estafeta para recolher o pedido na hora indicada.

Como seria de esperar, há um sistema de tracking que permite acompanhar o processo de entrega. Neste caso, o cliente receberá um SMS com um tracking link, com a informação de que a encomenda está a caminho, tempo estimado de chegada e o contacto do estafeta.

Por estes dias, e de forma a evitar a propagação do vírus, todas as entregas são realizadas sem que exista um contacto direto com o destinatário. Quer isto dizer que as empresas deverão especificar um local onde a encomenda possa ser entregue.

Fonte:Bolt
- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

360hyper vai expandir entregas de principais supermercados a todo o país

O marketplace da 360hyper já conta com mais de 25 mil produtos disponíveis e mais de 47 lojas.

Bairro chega às Laranjeiras para entregar produtos de supermercado em 15 minutos

A startup foi criada em dezembro de 2020 com um investimento inicial de 100.000€, direcionado para o desenvolvimento da aplicação móvel e abertura da primeira dark store.

Uber Eats muda as regras do jogo e torna as entregas mais baratas para pedidos de baixo valor

Por outro lado, pedidos de valor elevado vão ficar ainda mais caros.

AliExpress está a dar muitos problemas com as encomendas feitas

Falhas nos prazos de entregas e receção de produtos falsificados estão entre os problemas mais identificados nas lojas online da Aliexpress, da Wish e do eBay. No plano oposto, Bertrand, Lefties e Mango lideram lojas com melhor avaliação.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Festival Afro Nation anuncia novos nomes, entre os quais Chris Brown

A pré-venda dos bilhetes começa dia 27 de janeiro.

Blizzard revela um novo jogo de aventura e fantasia para PC e consola

Ainda sem nome, este poderá ser um dos novos jogos lançados sob a nova alçada da Microsoft.

Tabu. Este é o nome do novo programa de Bruno Nogueira

Desta vez, o conhecido humorista pega num formato que fez sucesso lá fora.