Bolt também aumentou os preços na Área Metropolitana de Lisboa

- Publicidade -

Esta tem sido uma semana recheada de novidades para o setor TVDE. Primeiro foi a Bolt, a anunciar uma descida de comissões na tarifa green. Depois foi a Uber, que anunciou não só um aumento de preços na Área Metropolitana de Lisboa, mas também uma descida de comissões na tarifa “verde”. E agora é a vez de a Bolt voltar ao ativo, seguindo os passos da concorrência.

Já atualizados, eis os novos preços praticados na Área Metropolitana de Lisboa:

  • Bolt: Tarifa mínima (3€), Tarifa Base (0,90€), Tarifa por quilómetro (0,58€), Tarifa por minuto (0,08€), tempo de espera após dois minutos de chegada ao local (0,25€);
  • Bolt Economy: Tarifa mínima (3€), Tarifa Base (0,80€), Tarifa por quilómetro (0,55€), Tarifa por minuto (0,07€), tempo de espera após dois minutos de chegada ao local (0,25€);
  • Bolt XL: Tarifa mínima (4,50€), Tarifa Base (1,60€), Tarifa por quilómetro (0,95€), Tarifa por minuto (0,10€), tempo de espera após dois minutos de chegada ao local (0,25€);
  • Bolt Van: Tarifa mínima (5,50€), Tarifa Base (1,60€), Tarifa por quilómetro (1,10€), Tarifa por minuto (0,14€), tempo de espera após dois minutos de chegada ao local (0,25€);
  • Bolt Confort: Tarifa mínima (3,50€), Tarifa Base (1€), Tarifa por quilómetro (0,65€), Tarifa por minuto (0,09€), tempo de espera após dois minutos de chegada ao local (0,25€);
  • Bolt Executive: Tarifa mínima (5€), Tarifa Base (1,57€), Tarifa por quilómetro (1,10€), Tarifa por minuto (0,15€), tempo de espera após dois minutos de chegada ao local (0,25€)

Diz a Bolt que a recolha média de viagens ronda os 800 metros. Para além destes aumentos, durante as próximas seis semanas, a empresa irá também compensar as recolhas mais distantes com algumas recompensas.

Basicamente, se o passageiro estiver a uma distância de 1-2 quilómetros do motorista, este será recompensado com mais 0,31€. Se a distância for superior dois quilómetros, o motorista receberá mais 0,62€.

A empresa relembra ainda que os motoristas não precisam de aceitar viagens fora do seu raio de recolha, uma vez que estas não contam para a sua taxa de atividade.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes