Avenida da Liberdade volta a ganhar vida a 18 de maio

As lojas e demais ocupantes da zona comercial mais emblemática de Lisboa reabrem portas com novas regras.

Avenida da Liberdade
- Publicidade -

Qual o lisboeta que nunca terá passado pela conhecida Avenida da Liberdade, que se assume como um espaço comercial ao ar livre, repleto de marcas de luxo e premium, bem como os melhores hotéis, restaurantes e escritórios da capital? Muitos poucos certamente.

Pois bem, é já no próximo dia 18 de maio que as lojas da zona comercial mais emblemática da cidade reabrem portas. Tal está de acordo com as medidas de desconfinamento do Governo graças ao Estado de Calamidade.

Assim, e para retomar a atividade, foram implementadas todas as boas práticas para o Comércio e Serviço, conforme o protocolo assinado entre a CCP e a DGS, bem como adotadas as melhores medidas internacionais de higiene e segurança para os clientes e colaboradores.

Portanto, e como esperado, o uso de máscara é obrigatório em todos os espaços. Além disso, será feita uma higienização frequente em cada loja, com o número de clientes no interior a estar limitado, assegurando as distâncias exigidas. E não menos importante, provadores e peças de roupa, bem como acessórios e calçado, serão higienizados após cada utilização.

Os espaços comerciais vão promover um horário idêntico entre si, abrindo a partir das 11h e encerrando, no máximo, às 20h, seis dias por semana.

Será ainda disponibilizado um serviço de click & collect que permite realizar compras online, via telefone ou email diretamente com as lojas, e fazer a recolha e levantamento sem ter de sair do carro.

Em breve deverão também existir algumas iniciativas, organizadas ao ar livre e em segurança, de modo a recuperar o dinamismo da Avenida da Liberdade.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Frank Carter & the Rattlesnakes dão concerto em Lisboa em 2022

Um novo espetáculo promovido pela Prime Artists.

Há três freguesias de Lisboa com um projeto de recolha de equipamentos elétricos

“Estejam na cozinha ou na garagem, nós levamo-los para reciclagem” é o mote do projeto piloto desenvolvido pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) e o Electrão.

Câmara Municipal de Lisboa passa a oferecer testes ilimitados à COVID-19

E é também alargado a não moradores de Lisboa.

Festival Sónar ganha datas para Lisboa. Cartaz só é conhecido em setembro

Os primeiros 500 bilhetes estão à venda a partir de hoje e custam 95€.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

LENNA. Nova marca aposta em sapatos vegan, sustentáveis e feitos em Portugal

Na verdade, trata-se de uma fusão entre alpercatas e ténis. E é bem provável que tenhamos aqui a sensação do verão.