Atlânticoline inaugura nova linha sazonal para transporte marítimo de passageiros nos Açores

- Publicidade - trk
- Publicidade -

Todos os horários podem ser consultados no site da empresa.

É já de 1 de junho, e até 30 de setembro, que arranca a época alta do transporte marítimo de passageiros e viaturas nos Açores. Isto significa, naturalmente, um reforço de viagens nas linhas regulares.

Entre as ilhas do Triângulo e entre as ilhas do Grupo Ocidental, entram em funcionamento as duas rotas sazonais existentes desde 2020, com ligação do Triângulo à Terceira e à Graciosa. Mas este ano há também uma novidade.

A partir de 17 de junho, com a retoma da operação no porto de São Roque do Pico, em função da conclusão das obras da Gare Marítima, a Atlânticoline inaugurará uma nova linha sazonal, com duas viagens diárias no itinerário Velas/São Roque/Velas, cinco dias por semana. Outra novidade em 2022 é o ajustamento da Linha Verde para funcionar com início nas Velas três dias por semana.

Tomem atenção às linhas:

  • Linha Rosa: Entre 1 de junho e 31 de agosto, será possível viajar entre Corvo e Flores duas vezes por dia, todos os dias da semana à exceção da quarta-feira. No mês de setembro, as viagens serão às terças, quintas e sábados;
  • Linha Azul: A ligação regular Horta/Madalena/Horta é reforçada a partir de 17 de junho com mais duas viagens diárias, uma de manhã e outra ao fim do dia, prolongando-se esse reforço até 18 de setembro;
  • Linha Verde: A partir de 1 de junho e até 30 de setembro, passam a existir duas ligações diárias entre as ilhas do Triângulo. Este ano, pela primeira vez, às quartas, quintas e domingos (dias em que não se realizam viagens à Terceira), o ferry Gilberto Mariano ficará sedeado no porto das Velas, permitindo fazer, nesses dias, o itinerário inverso ao habitual, com início e fim naquele porto jorgense;
  • Linha Lilás: Tal como vem sendo habitual, às terças e sábados, de 1 de junho a 30 de setembro, haverá uma ligação do Triângulo à ilha Terceira, no itinerário Horta/Madalena/Calheta/Praia da Vitória/Calheta/Madalena/Horta;
  • Linha Branca: Em 2022, a Linha Branca ligará todas as ilhas do Grupo Central às segundas e sextas-feiras, entre 1 de junho e 30 de setembro, no itinerário Horta/São Roque/Velas/Vila da Praia/Praia da Vitória/Vila da Praia/Velas/São Roque/Horta. Até à entrada em funcionamento da gare marítima do porto de São Roque, a escala no Pico será feita na Madalena;
  • Linha Laranja: Com a entrada em funcionamento da Gare Marítima de São Roque do Pico, a Atlânticoline inaugurará uma nova linha sazonal. A Linha Laranja funcionará durante três meses, de 17 de junho a 18 de setembro, com duas viagens diárias Velas/São Roque/Velas, realizadas com a embarcação Cruzeiro do Canal.

Todos os horários podem ser consultadas no site da Atlânticonline.

- Publicidade -

1 Comentário

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

A partir de 2023, quem visitar os Açores terá de pagar taxa turística

Esta taxa existirá em duas modalidades: taxa de dormida e taxa de chegada por via marítima. Porém, se acumuladas, apenas uma das taxas será cobrada.

Vila Galé vai transformar antigo hospital nos Açores em novo hotel

O investimento é de 12 milhões de euros e, com as obras a arrancarem já em março, estima-se que o novo hotel fique pronto no verão de 2023.

Governo diz que voos da SATA para os Açores não estão em risco de ser suprimidos

Desmentindo, assim, uma notícia avançada pelo Expresso.
- Publicidade -
- Publicidade - trk
- Publicidade -

Mais Recentes

Linha do Oeste vai ser finalmente modernizada

A capacitação da Linha do Oeste, até Caldas da Rainha, possibilitará a redução do tempo de viagem entre Caldas da Rainha – Lisboa e Torres Vedras – Lisboa em cerca de 30 minutos.

Stormzy fora do NOS Alive 2022. Horários já estão disponíveis

Está naquela altura de fazer escolhas.

Governo vai avançar com aeroportos no Montijo e em Alcochete. O de Lisboa é para fechar

O do Montijo, que será complementar, deverá estar pronto em 2026. Já o de Alcochete, que substituirá o de Lisboa, estima-se que entre em funcionamento em 2035.