ASAE multa lojas pelas falsas promoções da Black Friday e Cyber Monday

São várias as lojas que vão contra as regras e o bom senso.

- Publicidade -

Muitos consumidores estão cada vez mais alertados para as falsas promoções que existem em períodos como a Black Friday e Cyber Monday. Hoje em dia, os potenciais compradores já sabem que devem ter em conta os preços praticados antes das promoções propriamente ditas, devem verificar o histórico de oscilação de preços e, naturalmente, comparar com outras lojas. Mas mesmo sabendo de tudo isto, há estabelecimentos que tendem a tentar enganar os clientes.

Recentemente, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou uma operação de fiscalização a nível nacional para verificação do cumprimento das regras legais do exercício das atividades económicas sobre práticas de venda com redução de preços, designadamente na oferta de produtos em saldos, liquidações, promoções e reduções de preços. O objetivo era o de verificar a conformidade das práticas de venda com redução de preço por parte dos operadores económicos face à legislação em vigor.

Resultado? Fiscalizados 1453 operadores económicos, foram instaurado 81 processos de contraordenação. Quer isto dizer que há lojas que, claramente, tentam enganar os clientes com falsas promoções

Diz a ASAE que, como principais infrações detetadas, destacam-se o desrespeito das regras de anúncio de venda com redução de preços, o incumprimento das regras legais sobre promoções, a falta do livro de reclamações e a falta de visibilidade do exterior dos preços nas montras ou vitrinas, entre outras.

worten falsa promocao

Querem um exemplo? Atentem na imagem aqui em cima. Durante a Black Friday, a Worten publicitou a venda de um iPhone X Recondicionado de 64GB e estado de conservação Grade A+. De acordo com a empresa, o preço passou de uns absurdos 949,99€ para 379,99€. O último preço até nem temos nada a dizer (embora mesmo assim consigam encontrar mais barato), mas publicitar o valor de um iPhone X, que a própria Apple já não vende no seu site oficial há algum tempo, com o valor de cerca de 950€, é atirar areia para os olhos do consumidor.

Repare-se que estamos a falar de um modelo recondicionado, e não novinho em folha, ainda por estrear. A título de comparação, a Apple vende o seu mais recente iPhone 13 a partir de 929€ no site oficial. Se compararmos os preços, a Worten diz que um smartphone que saiu em 2017 tinha um custo de 949,99€ antes da promoção da Black Friday. Por esse preço, atualmente, compra-se um iPhone 12 Pro recondicionado de 128GB, e não um iPhone X.

Perguntamos nós: para quê isto, Worten? Não faz sentido.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Trust tem promoções de aproveitar nesta Black Friday

Até dia 28 de novembro, será possível adquirir alguns produtos com descontos que vão até aos 35%.

Atenção às compras realizadas durante a Black Friday e a Cyber Monday

Estejam atentos ao máximo para que não sejam enganados com falsos descontos.

Glovo vai ter computadores, pequenos eletrodomésticos e roupa por apenas 1€ na Black Friday

O stock é limitado e apenas os mais astutos e rápidos os vão conseguir encontrar.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Concertos de Emma Ruth Rundle em Portugal foram adiados

Dito isto, guardem os vossos bilhetes.

Há novos jogos e aventuras à espera no Xbox Game Pass

Hitman a triplicar e Rainbow Six a dobrar na segunda vaga de jogos do mês.

Sonae Campus transforma-se num laboratório dedicado à sustentabilidade e eficiência de edifícios e comunidades

Projeto PROBONO envolve 47 parceiros de 15 países e pretende fomentar espaços sustentáveis de referência para o futuro, sendo um localizado em Portugal.