Festival Artes à Vila regressa ao Mosteiro da Batalha em formato misto

- Publicidade -

Este ano, o festival volta a receber público, mas mantém as transmissões online.

Depois de, no ano passado, o Artes à Vila ter acontecido, mas somente com transmissões online devido à COVID-19, a situação será diferente em 2021. Com a pandemia mais controlada, o festival volta a receber público no Mosteiro da Batalha, mas sem esquecer, ainda assim, a vertente streaming.

Entre 25 e 26 de junho, passarão pelo local nomes como Dulce Pontes, JP Simões, Benjamim, Filipe Sambado, Ovo Mau, Remexido, Não Simão, LaBaq e Yosune, Moçoilas e Telmo Pires. O acesso ao festival é grátis, mas, para isso, terão de fazer a respetiva reserva através do site oficial.

Após o registo, receberão as indicações de marcação de lugares, mediante a lotação do Mosteiro da Batalha de acordo com as normas de segurança da DGS e respeitando a ordem de inscrição.

Há ainda atividades paralelas, como uma visita guiada às gárgulas do Mosteiro, bem como um olhar à exposição Almada Negreiros e o Mosteiro da Batalha.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

Festival Afro Nation anuncia novos nomes, entre os quais Chris Brown

A pré-venda dos bilhetes começa dia 27 de janeiro.

Festival Laurus Nobilis já tem cartaz completo para 2022

Recorde-se que o festival acontecerá de 21 a 23 de julho do próximo ano.

Super Bock em Stock, Dia 1 – Tuk Tuks para Autóctones

Um regresso aos festivais, neste caso a um itinerante.

Porto recebe aquele que será o mais curioso festival dedicado à cerveja artesanal

E há workshops gratuitos mediante reserva antecipada.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Há um novo hotel no Algarve com uma piscina infinita que lembra as características das águas islâmicas

O Vila Origens Boutique Hotel abriu no passado mês de junho e já tem feito sucesso.

3D Fun Art Museum chega a Lisboa com diversão a três dimensões para miúdos e graúdos

Aqui pretende-se que todos passem um bom momento e se divirtam.

PSA Sines vai ser um dos maiores empregadores da região

A PSA Sines já investiu mais de 200 milhões de euros no desenvolvimento das suas instalações de última geração.