Há um novo dispositivo português que mede a temperatura corporal de forma instantânea e deteta o uso de máscara

O equipamento mais parece um tablet e já está disponível para compra.

ARA
- Publicidade -

Chega-nos por parte da EDIGMA, empresa portuguesa com 15 anos de experiência no desenvolvimento de experiências interativas e projetos sinalética digital, e promete ser um aliado valioso no combate à pandemia (ou pelo menos ajudar a prevenir futuros contágios).

O ARA é o novo equipamento 100% português (foi feito de raiz em Portugal) que mede de forma instantânea a temperatura corporal e deteta o uso de máscara. Composto por um ecrã de sete polegadas, o objetivo do ARA é disponibilizar a tecnologia para todos os espaços públicos, nomeadamente escolas, edifícios públicos, universidades, lojas e serviços, aumentando o sentimento de segurança nestes locais.

O ARA ajuda não só a proteger quem está nos espaços públicos, como dispõe de notificações visuais e sonoras que alertam caso se verifique uma não conformidade quer da temperatura quer do uso de máscara.

“O ARA evita também a situação intimidatória de ter alguém a “apontar-nos” um termómetero, bem como a aproximação de outra pessoa para nos medir a temperatura”, afirma Miguel Fonseca, co-fundador do grupo EDIGMA.

As empresas interessadas podem já adquirir o ARA no site oficial. O preço é de 499€ por unidade.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,357FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Reino Unido aprova dispositivo que faz teste à COVID-19 em 15 minutos

Foi criado especificamente para a indústria do entretenimento ao vivo.

Google Maps vai passar a mostrar todos os casos de COVID-19 detetados numa área

Algo especialmente útil caso estejam a pensar sair da cidade e necessitem de se atualizar sobre as diretrizes locais, locais de teste e restrições numa outra cidade.

Empresa portuguesa lança solução que permite receber os resultados do teste à COVID-19 no smartphone

Tal permitiu à Cruz Vermelha Portuguesa aumentar a capacidade de testes, na região de Lisboa, para 3.500 testes (colheitas e análises) por dia.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio do Bahrain mostra a importância do Halo

O impressionante acidente que deixou o carro de Romain Grosjean em chamas relembra a importância do Halo e de todas as medidas de segurança na prova rainha do desporto automóvel.

Análise – The Pathless

Despido de excessos, The Pathless apresenta um dos mundos abertos mais convidativos e misteriosos à exploração.