Andrea Bocelli vai regressar a Portugal em 2023

- Publicidade -

Mas desta vez, os espetáculos acontecerão na Altice Arena, em Lisboa.

Andrea Bocelli está de regresso a Portugal, novamente para dois concertos. À semelhança do que aconteceu em 2021, em que o espetáculo agendado para Coimbra foi dividido em dois, devido à pandemia de COVID-19, este regresso acontecerá com dois espetáculos, desta vez sem quaisquer restrições, e num palco que pisou em 2017: a Altice Arena, em Lisboa.

Os concertos estão agendados para 30 de junho e 1 de julho de 2023 e o aclamado tenor far-se-á acompanhar em palco de uma orquestra composta por ilustres músicos, bem como um coro composto por dezenas de vozes que elevarão o concerto ao nível a que o público que segue o artista está habituado.

Quanto aos bilhetes, estão disponíveis na See Tickets, indo dos 79,50€ aos 212,93€.

- Publicidade -
- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Concerto de Andrea Bocelli em Coimbra dividido em dois dias

Uma vez que a lotação do Estádio Cidade de Coimbra será de 50%, esta foi a forma encontrada pela promotora MOT e pela Direção-Geral de Saúde para a realização do espetáculo.

Oficial: Concerto de Andrea Bocelli em Coimbra vai mesmo acontecer já em junho

A promotora Memories of Tomorrow deu a boa notícia nas redes sociais.

Concerto de Andrea Bocelli em Coimbra foi adiado para 2021

Foi a própria promotora Memories of Tomorrow que comunicou o adiamento nas redes sociais.

Andrea Bocelli dá concerto no domingo de Páscoa. E podem ver no YouTube

É já daqui a três dias que o tenor italiano Andre Bocelli dá um concerto na histórica Duomo, a catedral de Milão, após um convite da cidade e da catedral e graças à hospitalidade do arquissacerdote e da Veneranda Fabbrica del Duomo.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Vila Galé em Tomar deverá estar pronto até novembro de 2023

E será uma unidade hoteleira de cinco estrelas.

Arcade Fire no Campo Pequeno – A música vence sempre?

A banda canadiana recordou-nos que é obreira de alguma da melhor música das últimas duas décadas. O resto? Pois, o resto logo se verá.