Análise – Xiaomi Mi TV Stick

A pen que transforma uma TV antiga numa SmartTV.

Xiaomi Mi TV Stick

Ainda me lembro da altura em que começaram a aparecer os primeiros discos rígidos com capacidades multimédia para ligar à TV ou até de interfaces para ligar discos e pens USB à mesma. Isto foi algum tempo antes dos serviços de streaming se tornarem uma normalidade no nosso dia-a-dia, bem como as SmartTVs.

Em 2020, o que não faltam são soluções, pelo que muitas pessoas já possuem TVs com funções multimédia que tornam leitores DVD e Blu-Ray obsoletos para o consumidor mais casual. Ainda assim, pens como a Mi TV Stick da Xiaomi não deixam de surpreender.

Numa das minhas divisões tenho uma Sony Bravia de 2010. Um modelo altamente desatualizado para as necessidades modernas, mas que, pelas suas características, condições e tipo de uso que lhe é dado, não foi ainda alvo de um upgrade. Contudo, até aqui usava um Google Chromecast da primeira geração para poder explorar um pouco mais as suas capacidades, mas é um dispositivo que já mostra limitações. Daí a razão pela qual esta Mi TV Stick (que também inclui o Chromecast) veio substituir esse gadget.

A Xiaomi Mi TV Stick é uma pen de ligação HDMI com Chromecast incluído que tira partido do Android 9 para o utilizador poder usar as suas aplicações multimédia favoritas, nomeadamente Spotify, Netflix, Amazon Prime Video, Youtube, Disney Plus e muitas outras disponíveis na Google Play Store.

A pen conta com 1GB de RAM, 8GB de memória interna, é capaz de produzir imagens até 1080p, tem suporte Dolby e DTS e é compatível com o Google Assistant através do seu comando remoto. Esta solução, como devem imaginar, torna qualquer TV antiga numa Smart TV. As oportunidades de uso são imensas.

Xiaomi Mi TV Stick

No meu caso, tornou a minha Sony Bravia numa televisão nova, dentro dos seus limites é claro, estendendo assim a sua utilização. Devido ao seu tamanho, esta pen é também uma excelente solução para quem viaja muito. Qualquer pessoa pode levar consigo toda a sua biblioteca multimédia para qualquer lado, podendo ligá-la, por exemplo, a uma TV de um quarto de hotel (se tiver uma ligação à Internet disponível).

O seu formato para este tipo de equipamentos é compacto, mas é maior que uma simples pen USB. O seu design é simplista, a qualidade dos materiais é muito boa, mas peca por ter uma ficha HDMI pouco versátil, tornado-se difícil de ligar a algumas TVs, como a que estou a usar, onde tive que usar uma extensão HDMI, pois a pen é demasiado grossa para a zona de entrada da porta HDMI. Uma solução relativamente simples que podia ser evitada se a pen fosse um nadinha mais fina.

Fora esta pequeno contratempo, ligar a Mi TV Stick é tão fácil como a caixa indica. Basta ligar à alimentação (que convém ser externa e não ligada diretamente a uma porta USB da própria TV), ligar à rede disponível da nossa Internet e está pronta a usar.

O comando também é de ótima qualidade, sendo simplista, mas bastante simples de usar, com ações muito semelhantes ao uso dos botões de um smartphone. Nele temos já dois atalhos dedicados à Netflix e Amazon Prime, botões de navegação, um botão para o Google Assistant que ativa o microfone embutido e temos, claro, botões de volume que pode também controlar dispositivos Bluetooth ligados, como colunas ou barras de som.

Xiaomi Mi TV Stick

As capacidades Bluetooth da Mi TV Stick também são ótimas, sendo possível ligar um teclado externo para pequenas navegações mais complexas, mas a experiência Android na Mi TV Stick é, acima de tudo, muito dedicada ao consumo multimédia.

A interface do Android 9 TV é intuitiva e a Mi TV Stick comporta-se extremamente bem para o preço que custa. Não é tão imediata e fluida como um telemóvel, mas está, sem dúvida, à altura da interface de muitas TVs modernas, oferecendo uma qualidade de imagem de topo, limitada apenas pelas capacidades da TV usada ou da oferta do serviço.

A Mi TV Stick é uma pequena pérola para ter em casa para qualquer ocasião ou para levar para qualquer lado. Não é dirigida a quem tem já uma grande TV moderna, mas sim para quem já tem uma televisão pronta a entrar na reforma ou até um monitor de secretária e que, ao mesmo temp,o não está a pensar gastar centenas de euros numa televisão apenas para ver as suas séries e filmes favoritos.

A Xiaomi Mi TV Stick pode ser adquirida em lojas como a Banggood, com o preço a ir oscilando ao longo do tempo. Se procuram algo mais poderoso, podem também adquirir uma Xiaomi Mi Box S. Em ambos os casos, não se esqueçam de pagar sempre com PayPal e de ativar o seguro de envio.

Nota: Muito Bom

Este dispositivo foi cedido para análise pela Banggood.

Sigam-nos

10,845FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Xiaomi vai abrir mais uma loja em Lisboa já em outubro

Continua a expansão da marca chinesa por Portugal.

Mi Store do Centro Comercial Colombo inaugurada a 15 de setembro

O evento de inauguração poderá ser acompanhado via streaming.

Xiaomi vai abrir loja oficial no Centro Comercial Colombo

O maior centro comercial de Lisboa foi o local escolhido para a chegada da quinta loja física oficial da marca.

Lisboa vai receber uma loja da Xiaomi no outono

Ao que tudo indica, será no centro comercial UBBO.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Scorn revela-se em novo vídeo de jogabilidade muito perturbador na Xbox Series X

O jogo de horror da Ebb Software chega ao PC e Xbox Series X e Series S.

Corsair revela novos auscultadores desenhados para as Xbox

Os HS75 XB Wireless são compatíveis com a Xbox One, Xbox Series X e Series S.