Análise – Tablet BQ Aquaris M10

Os tablets podem não ser o tipo de gadgets mais procurados no momento. Com a ascensão dos computadores híbridos e táteis, estes dispositivos perderam alguma procura.

- Publicidade -

No entanto, não quer dizer que não continuem a ter um propósito, especialmente quanto se demonstram dispositivos mais acessíveis e fáceis de usar do que um portátil transformável.

Um desses exemplos é o BQ Aquaris M10, um de dois tablets da marca espanhola, lançado em 2015, mas que se apresenta uma solução bastante interessante.

A BQ emprestou-nos um dos modelos do Aquaris M10, neste caso o modelo HD, existindo ainda o Full HD e o 4G.

bq aquaris m10 05

Pelos nomes, é fácil perceber as suas grandes diferenças. No caso do BQ Aquaris M10, estamos perante um tablet com uma aparência bastante minimalista. Um ecrã capacitivo de 10 polegadas, uma moldura aproximada de 1cm em toda a volta e uma resolução de 1280×800 pixéis (rácio 16:10).

Com uma espessura de apenas de 8.2mm e um peso de 470g, o BQ Aquaris M10 é um tablet visualmente muito simples, e, apesar de tudo, moderno.

As suas dimensões e tamanho de ecrã parecem, também, ser as ideais a nível de uso e ergonomia. Apesar da sua moldura, é fácil pegar-lhe sem encher o ecrã de dedadas indevidas ou de o apertar onde não se deve.

Este design retira elementos da coleção de smartphones da BQ da altura, como o Aquaris M4.5 e M5. De facto, uma comparação lógica e aparente é que o M10 é um M5 em tamanho grande.

A nível de especificações, temos neste modelo um CPU MediaTek Quad Core MT8163 de 1.3 GHz, um GPU MediaTek Mali T720 MP2, 16GB de memória interna e 2GB de memória RAM.

Não são, de todo, características atuais, mas surpreendentemente proporcionam uma excelente experiência neste dispositivo com o Android 6. O único aspeto que já começa a mostrar algumas rugas é a memória RAM, que nos obriga a gerir com um pouco mais de atenção as aplicações abertas. Ainda assim, seja para navegar, ver conteúdos multimédia em HD, chat online e sessões de Skype, é um equipamento bastante versátil. Até mesmo em alguns jogos, não muito exigentes, o BQ Aquaris M10 aguenta-se bem.

Um dos aspetos técnicos mais interessantes deste tablet é, novamente, a aposta da BQ em introduzir a tecnologia Dolby Atmos. No caso do BQ Aquaris M10, este até foi o tablet europeu pioneiro. É um aspeto que faz diferença, quer na utilização das duas colunas frontais estéreo, quer com o uso os auscultadores, tornando este tablet um centro multimédia bastante interessante.

O BQ Aquaris M10 também captura imagens. Não é uma função que possa a vir ser muito útil, especialmente na câmara traseira, mas pode ser um enorme ponto de venda graças à câmara frontal para video-chamadas. A câmara traseira tem 5MP e é capaz de gravar vídeos a 1080p e 30fps, já a frontal é apenas de 2MP. A qualidade está longe de ser excelente, e é até um pouco abaixo do aceitável para os dias de hoje, mas não deixa de permitir alguns tipos de utilização.

Se procuram um dispositivo para ver o vosso email, mandar umas mensagens e ver alguns vídeos do Youtube, então este é um equipamento quase sempre preparado para tais funções, pois a bateria dura… e dura. Com 7280mAh e uma utilização casual, o BQ Aquaris M10 pode aguentar-se bem mais de dois dias sem ir à carga. Ou quase um dia útil de utilização intensiva.

Mas a pergunta que se coloca é: Porquê apostar num equipamento destes em 2017? Essa é uma resposta que fica ao critério do consumidor e daquilo que ele procura. O que podemos dizer é que o BQ Aquaris M10 é um tablet modesto, multiusos, com um desempenho atualmente aceitável para as aplicações mais casuais, e com uma qualidade de construção bastante boa. É perfeito para quem não se preocupa com as últimas tendências tecnológicas, mas precisa de uma interface para se manter ligado ao mundo.

Com o natal à porta, pode até ser uma excelente prenda para dar a um familiar ou amigo. Ou simplesmente para ser um companheiro doméstico com o Google ao alcance dos nossos dedos.

O BQ Aquaris M10 encontra-se à venda em três modelos:

– BQ Aquaris M10 HD 16GB/2GB por um preço recomendado de 229,90€

BQ Aquaris M10 FHD 16GB/2GB por um preço recomendado de 269,90€

BQ Aquaris M10 4G 32GB/2GB por um preço recomendado de 309,90€

nota final 7

O equipamento foi cedido para análise pela BQ.

Segue-nos nas redes sociais no FacebookTwitter e Instagram.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Play4Equality – Criadores de Strikers Edge lançam um novo jogo educacional

A Fun Punch Games juntou-se à Cruz Vermelha Portuguesa para um projeto inclusivo e educacional.

Envoy Pro SX – Um SSD externo que faz tudo o que promete

Após experimentar o OWC Envoy Pro Elektron e de, no fim, ter ficado contente com a experiência, é agora altura de testar o OWC Envoy Pro SX. Um SSD externo equipado com Thunderbolt 3 (ou USB 4) que promete velocidades máximas de 2847MB/s, quando utilizado em computadores com tecnologia Thunderbolt 3 ou USB 4.

Corsair MP400 – Um SSD que cumpre com o que promete

O Corsair MP400 não é das ofertas mais rápidas da marca, mas cumpre na perfeição com as promessas que são feitas. Apresenta-se como uma excelente opção para um PC que necessita de mais espaço de armazenamento.

Submerged: Hidden Depths – Um amor sem corrente

A jogabilidade pacifista é refrescante, tal como o seu foco na exploração, mas Hidden Depths desvaloriza as suas mais valias ao insistir numa jogabilidade que se recusa a evoluir ao longo das cinco horas de campanha.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Shattered: Tale of the Forgotten King – Em terras de Reis

Um projeto ambicioso e muito arrojado que chega finalmente às consolas depois de uma estreia no PC.

Microfone Fifine K658 – O go-to se queres começar no mundo do streaming ou podcasts

É o microfone que precisas para fazer o teu podcast andar para a frente, até porque de lado não capta bem o áudio.