Análise – Smartphone BQ Aquaris X Pro

O BQ Aquaris X Pro é o telemóvel topo de gama da espanhola BQ, marca que festejou sete anos de existência no passado dia 27 de outubro.

- Publicidade -

Já disponível no mercado desde há uns tempos, o BQ Aquaris X Pro é o seu dispositivo mais recente e poderoso, sendo, também, uma pequena atualização do modelo Aquaris X. É ainda, no entanto, um equipamento de média-alta gama, mas que define a filosofia da BQ em oferecer soluções de qualidade acessíveis a qualquer um.

Começando pelo aspeto, o BQ Aquaris X Pro está no topo dos telemóveis mais sexys da temporada. É verdade que começamos a ver cada vez mais dispositivos com ecrãs infinitos, mas este Aquaris X Pro apresenta-se com um aspeto premium capaz de impressionar, com os seus cantos arredondados e com um friso metálico envolvente. Já na traseira temos uma capa brilhante que não deixa qualquer tipo de dedadas. Visualmente, esta é maior diferença comparada com o Aquaris X, cuja traseira é de plástico opaco.

O seu design influência claramente a utilização. O Aquaris X Pro é um dispositivo bastante ergonómico, contando com botões físicos tradicionais discretos e iluminados, uma câmara traseira muito bem posicionada e um sensor biométrico que responde bastante bem e que é de fácil acesso. O único ponto negativo será, ironicamente, a sua traseira, que apesar de bonita e antidedadas, apresenta-se, por vezes, bastante escorregadia, o que pode ser assustador nas primeiras vezes que se usa o Aquaris X Pro.

No seu interior vamos encontrar características de média-alta gama, cuja execução é muito satisfatória, e que revela que a BQ usa tudo o que tem para dar a melhor experiência de utilização possível. Estamos perante um modelo com um processador Octa-Core Qualcomm Snapdragon 626, 4GB de RAM e 64GB de memória interna (existe ainda a opção de 128GB), que além de serem características bastante aceitáveis, poderão manter o dispositivo atual durante muito tempo, principalmente quando estas especificações ajudam a tirar o melhor partido do dispositivo. Em situação alguma o Aquaris X Pro mostrou-se lento ou engasgado em aplicações mais pesadas, nem mesmo com uma grande quantidade de aplicações abertas em simultâneo.

Também existem benefícios no uso da câmara. No Aquaris X Pro, temos uma câmara traseira de 12MP com uma abertura de f/1.8, capaz de filmar em 4K a 30fps, a 1080P a 60fps e a 720P a 120fps. O modo fotografia também apresenta um leque bastante satisfatório de opções com HDR automático, seleções de cenas pré-definidas e com resultados bem acima do que seria de esperar num dispositivo destes, quer em manual ou automático.

Já os adeptos das selfies também não irão ficar desiludidos, com uma câmara de 8MP de abertura f/2.0, flash frontal e capaz de gravar vídeo até 1080p @ 60fps.

É claro que a qualidade de imagem das câmaras não é a melhor que já vimos. O resultado final das fotografias mostrou-se sempre um pouco mais suave do que aquele que víamos no nosso ecrã, mas foi especialmente em ambiente mais escuros que esta câmara se mostrou capaz. Apesar do ruído, é possível tirar boas fotografias com muito pouca luz. Também de louvar é a rapidez de captura das fotos, o que torna a experiência de utilização muito agradável e fluída.

Mais uma vez, a BQ aposta na tecnologia Quantum Color + que se faz notar neste ecrã IPS LCD com resolução 1080p. Estamos perante um painel capaz de produzir cores ricas e com um excelente contraste, notando-se especialmente na interface Android ou com aplicações mais gráficas e coloridas, como por exemplo jogos.

Em termos de autonomia, o Aquaris X Pro tem um comportamento fantástico. Com a sua bateria de 3100mAh e uma boa gestão de recursos e utilização regular, o dispositivo aguenta-se bem até dar o aviso para lá de um dia. E, caso esse momento coincida com momentos de emergência, o Aquaris X Pro vem preparado com Quick Charge 3.0, o que permite um carregamento bastante rápido.

Também não podemos deixar de dar valor à BQ pelo suporte que dá aos seus smartphones com uma experiência Android quase pura. Neste caso, temos o Android 7.1.1 (com promessa do Android 8.0 Oreo para breve) que se apresenta rápido, fluido e muito aberto à personalização do utilizador.

O BQ Aquaris X Pro pode não ser o “suprassumo” dos smartphones e, à parte do seu excecional aspeto, não faz milagres. Mas impressiona pela forma que usa todos os seus recursos disponíveis e pelo preço recomendado a começar nos 339,90€, revelando-se assim uma opção de qualidade bastante competitiva.

nota final 8

O equipamento foi cedido para análise pela BQ.

Segue-nos nas redes sociais no FacebookTwitter e Instagram.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
784SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

Análise – Mundaun (PlayStation 4)

Completamente desenhado a lápis, este é um jogo de terror que não podem ignorar.

Análise – Narita Boy (PlayStation 4)

Viajem para o mundo cibernético neste jogo de ação e aventura centrado num rapaz que é transportado para um videojogo.

Análise – Valco VMK20 Wireless ANC Headphones

A nova aposta da Valco representa uma evolução no caminho certo, com espaço para algumas melhorias.

Primeiro filme SAW recebe versão em bluray antes do lançamento do reboot

Eis que, finalmente, podemos desfrutar dos primeiros puzzles de Jigsaw em 4K.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

O tema de Mortal Kombat recebe um remix para o novo filme

Benjamin Wallfisch é o compositor do novo tema que é, no mínimo, energético.

Burger King abre restaurante em São Mamede de Infesta

O concelho de Matosinhos passa agora a contar com seis restaurantes. Este novo espaço em São Mamede de Infesta é o 136º restaurante da Burger King em Portugal.

Uber junta-se à Unilabs para testes de rastreio à COVID-19 no domicílio

Essencialmente, um motorista Uber irá levar um técnico de colheitas devidamente habilitado da Unilabs ao domicílio de um cliente que tenha requisitado o serviço, com equipamento de proteção individual para a recolha da amostra.