Análise – eufy RoboVac X8 Hybrid

Com imenso poder, o eufy RoboVac X8 Hybrid é um 2-em-1 eficiente que vai deixar a vossa casa bem mais limpa.

- Publicidade -

Vivemos numa era em que, felizmente, temos opções para todos os gostos e carteiras. No caso dos robôs aspiradores, este é um nicho que tem vindo a ganhar cada vez mais importância ao longo dos anos. Não estarei a falhar muito ao dizer que é bem provável que existam atualmente mais marcas de robôs aspiradores do que propriamente marcas de smartphones. Só para vos dar um exemplo da importância.

Afinal de contas, aspirar é uma tarefa chata, até inglória diga-se, e embora existam aspiradores verticais cada vez mais completos, os robôs aspiradores fazem muito desse trabalho chato sem a nossa intervenção. Foi para isso que me propus testar mais um equipamento do género, também de uma marca que muitos ainda não devem conhecer: eufy.

Além destes equipamentos, a eufy conta ainda com sistemas de segurança, onde se incluem câmaras, alarmes e fechaduras inteligentes, mas foquemo-nos na limpeza da casa, neste caso com o RoboVac X8 Hybrid.

O RoboVac X8 Hybrid faz parte da série com o mesmo nome, com a diferença de contar com a função de “esfregona”, o chamado mopping. Anunciado em setembro do ano passado, trata-se de um modelo com a nova tecnologia Twin Turbine da marca, com duas turbinas que geram um poder de sucção de 2000Pa cada (na teoria dá um potência total de sucção de 4000Pa). Isto, juntamente com a sucção de pressão dinâmica (já lá vamos), faz com que as partículas mais complicadas do que o normal sejam varridas com facilidade.

Já se tiverem animais em casa, diz a marca que os recursos de limpeza de pelos de animais aumentaram quase 57% em comparação com anteriores modelos RoboVac. Não é algo que possamos comprovar porque nunca experimentámos outro robô aspirador da marca, mas temos uma cadelinha em casa que larga muito pelo.

Outro ponto forte do RoboVac X8 Hybrid é o sensor de navegação iPath. Com recurso a um laser Lidar, o robô aprende a configuração da nossa casa e cria um mapa em tempo real, garantindo que cobre todos os pormenores de cada divisão.

Mas para que consigam retirar todo o potencial deste equipamento, e à semelhança do que acontece com outros modelos de outras marcas, terão sempre de utilizar a aplicação dedicada, senão acabam por ter um produto pouco inteligente. A aplicação eufy serve um pouco de guia, pois permite selecionar os quartos que queremos limpar, zonas proibidas, ver os mapas guardados, o quanto o robô já limpou, entre outras possibilidades.

Robôs mais baratos tendem a ter alguma dificuldade em estabelecer uma ligação à Internet, mas com um preço atual de 549,99€, não é isso que acontece com o X8 Hybrid. Basta fazer download da aplicação, criar uma nova conta e adicionar um novo dispositivo através do botão dedicado no canto superior direito. Ao terem o Robovac X8 Hybrid ligado à base de carregamento, o equipamento irá surgir na aplicação, pelo que basta depois seguirem as instruções e terão tudo a funcionar em menos de um minuto.

A partir daqui é simples, com a sua utilização a ser bastante similar ao de outros produtos no mercado. A primeira coisa que devem fazer é abrir todas as portas da vossa casa (pelo menos das divisões onde querem que o robô aspire). Depois, retirem do chão todos e quaisquer objetos que possam obstruir o trabalho do X8 Hybrid. Finalmente, se ainda for de dia, recomenda-se que abram os estores e deixem entrar claridade. Se for de noite, liguem as luzes. Este passo é particularmente importante para um primeiro reconhecimento da casa e a posterior criação do mapa.

Assim que o robô fizer um primeiro mapeamento, podem, depois, nas próximas utilizações, não deixar entrar tanta claridade ou ligar todas as luzes. Porquê? O robô adapta-se às condições de luminosidade. Imaginem que vão sair de casa, mas gostavam de deixar a casa limpa, mesmo estando às escuras. Com este modelo podem fazê-lo, têm é de ter atenção aos sítios onde o mandam aspirar.

Mas voltando à app. Assim que ficam com o mapa criado, podem logo editar as divisões, pelo que podem definir onde é a sala, a cozinha, a wc, o escritório e os quartos. Podem, também, definir uma área restrita – útil para quem tem animais e não quer que o robô vá à zona da tigela e do bebedouro, por exemplo, ou para o robô não ir para debaixo do sofá porque existem lá uns ferros mais saídos que o podem danificar. Na verdade, têm três opções de área restrita: a manual, em que desenham uma zona restrita ao vosso critério que diminuiu ou aumenta de 10 em 10 cm; a delimitação virtual, em que é criada uma parede invisível; e a área sem mopa, para que, no modo esfregona, o robô não limpe essa zona.

E naturalmente, é possível guardar vários mapas, útil para quem tem uma vivenda com vários pisos. Além disso, com um primeiro mapa guardado, podem indicar ao robô as divisões em específico que pretendem que ele aspire.

Dando exemplos concretos, posso dizer que, no meu caso, e tendo em conta algumas zonas onde o robô não consegue ir, seja pelo layout da própria casa ou pela disposição de alguns objetos, ele demora, em média, cerca de 60-65 minutos para aspirar uma área de cerca de 63m2. Quase que dá uma média de um minuto por cada metro quadrado. Isto explica-se porque o robô acaba por passar várias vezes pelo mesmo local, garantindo que tudo fica limpo.

Em todo o caso, acabei por testar o robô aspirador num apartamento que tem pequenos desníveis nas entradas para as respetivas divisões e, surpreendentemente, foi o primeiro robô, entre vários outros testados, que conseguiu subir os desníveis, mesmo que para isso tenha de ganhar um bocadinho de “balanço”.

O RoboVac X8 Hybrid tem quatro modos de sucção: Pura, Potência, Turbo e Max. Confesso que fiquei apreensivo quando, ao usar o modo Pura, reparei que o robô aspirador não detetava a colisão com objetos. O que acontece, por norma, com estes equipamentos, é que, ao bater num objeto, tentam contornar o mesmo. Mas não foi o que aconteceu com este modo, com o robô a levar cadeiras e outras coisas à frente. Achei estranho, mas é mesmo do modo: os restantes três funcionam como é suposto. Portanto, na prática, podemos dizer que o RoboVac X8 Hybrid conta não com quatro modos, mas sim três. Bom, podem sempre usar o modo Pura, o que faz com que gaste menos bateria, mas aí terão de certificar-se que a vossa casa não tem objetos que o robô possa levar à frente.

Importante também dizer que, independente do modo, o robô aspira a minha casa sensivelmente sempre no mesmo tempo. A única diferença é a redução do poder de sucção, que poupa bateria, importante para quem, lá está, tem um casa com vários pisos e não quer perder demasiado tempo com carregamentos na base.

Naturalmente, ao mudarem de modo, o som das turbinas vai sendo cada vez mais audível, mas nunca chegando a tornar-se verdadeiramente incomodativo. E podem sempre ativar a opção BoostIQ, que aumenta a potência de sucção automaticamente dependendo do tipo de pavimento.

O RoboVac X8 Hybrid tem algumas frases já pré-carregadas no seu sistema, pelo que podem mudar experimentar ouvir em algumas línguas. Mas não, aqui não há PT-PT nem sequer PT-BR.

Diz a eufy que este RoboVac X8 Hybrid consegue, com 100% de carga, aspirar uma área de 180 m2. Como não tenho uma casa desse tamanho, não consegui testar essa afirmação. E também não faria sentido aspirar novamente o meu apartamento só para ter uma noção do quanto a bateria aguenta. Porém, é perfeitamente possível, pelo que tudo depende da potência de sucção.

Ou seja, no modo Pura, é bem provável que consigam aspira uma área total de 180 m2 sem ir à carga. Já os restantes modos, por serem mais potentes, gastam mais bateria. A título de exemplo, se eu aspirar a minha casa no modo Max, quando o robô regressar à base, terá gasto cerca de 50% de bateria.

Convém realçar que só devem utilizar o modo Max caso o vosso chão esteja extremamente sujo. Dito isto, se forem daquelas pessoas que mandam o robô aspirar de forma regular, chega perfeitamente utilizarem o modo Potência, o segundo mais potente. No fundo, o que interessa saber é isto: o robô aspira, e aspira muito bem, embora só tenha uma escova ao invés das tradicionais duas. Temos uma cadelinha em casa, a Tucha, e é precisamente devido à presença deste animal que temos de aspirar a casa com regularidade.

Contrariamente a outros aspiradores robô que já testei, o RoboVac X8 Hybrid foi possivelmente o único em que, após a sua utilização, não achei necessário utilizar um aspirador vertical para ir a zonas mais complicadas, devido ao tal poder de sucção.

Além disso, e como o robô não tem uma opção de ser adquirido com estação automática de limpeza, é importante saberem que o depósito de sujeira ainda demora algum tempo a ficar cheio. Possivelmente terão de retirar o depósito e despejar no caixote do lixo a cada quatro/cinco utilizações do RoboVac X8 Hybrid.

Não fiquei foi encantado com o tempo que o eufy RoboVac X8 Hybrid demora a ficar totalmente carregado, num processo que pode ultrapassar as duas horas. Se há algo onde os robôs aspiradores podem evoluir, é precisamente neste aspeto. Fast charging precisa-se!

Sendo um aspirador robô, convém terem noção de quando terão de substituir as escovas, o filtro e limpar os sensores. Por exemplo, a escova lateral deve ser substituída após 250 de uso; a escova principal após 450 horas de uso; o filtro após 200 horas de uso; e os sensores terão de ser limpos após cerca de 40 horas de uso. O mais curioso? Tudo isto é facílimo.

Na app, na secção das opções, e se entrarem na aba “Serviços de acessórios”, terão um passo a passo de como substituir estas peças através de imagens. Se tiverem dificuldades, a app também vos apresenta um vídeo que vos ensina como fazer as devidas substituições. Acho que é a primeira vez que me deparo com algo assim.

Uma última nota para a função de mopping, com a marca a referir que o tanque de água de 250ml serve para 140 minutos de limpeza. Confesso que praticamente não utilizei este modo, talvez por preferir uma solução mais dedicada a este aspeto.

Sendo o atual topo de gama da eufy, este RoboVac X8 Hybrid é, sem dúvida, uma compra a considerar para quem está à procura de um novo aspirador robô ou quer estrear-se em grande.

eufy RoboVac X8 Hybrid
Recomendado

Este dispositivo foi cedido para análise pela Anker.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Análise – Amiro R5 Robotic Vacuum Cleaner

Aspira (bem), lava o chão e não tem dificuldades com carpetes e outros pisos. Que mais podemos pedir?

Análise – Robô aspirador Tesvor S4

Um produto com um preço modesto e que, como tal, traz os seus problemas quando metemos o Tesvor S4 em funcionamento.

Pré-venda do Xiaomi Mi 11 em Portugal dá direito a um robô aspirador

Uma oferta que custa 249,99€ no site oficial.

Análise – iRobot i7+

Um kit que vale a pena principalmente devido à base de limpeza.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Galp Smart Store. Nesta loja não existem caixas de pagamento (nem funcionários)

A smart store da Galp está localizada na área de serviço Gago Coutinho e vai estar aberta ao público 24 horas/7 dias a partir de junho.

Grupo espanhol investe 38 milhões de euros em projeto de hidrogénio verde na zona industrial da Tocha

Grupo espanhol investe 38 milhões de euros em projeto de hidrogénio verde na zona industrial da Tocha

Feira Internacional do Artesanato de regresso a Lisboa

Três pavilhões diferentes, num total de 30 000 m² de área expositiva.