Análise – Monsieur Cuisine Smart

- Publicidade -

Esta versão (ainda) mais à frente do Monsieur Cuisine vai continuar a dar muito que falar, já que se confirma como um dos melhores robôs de cozinha do mercado.

Cansaço da rotina de cozinhar? Faltam ideias criativas para receber a família ou os amigos? Então está na hora de adquirirem este excelente upgrade do Monsieur Cuisine, um monsieur que é não só um robô de cozinha, como também um verdadeiro chef.

A conhecida marca da cadeia de supermercados Lidl, a SilverCrest, lançou no passado mês de julho a nova versão deste já sobejamente conhecido robô de cozinha, que é agora o Monsieur Cuisine Smart. Se já antes competia condignamente com eletrodomésticos deste género de outras marcas, é muito provável que, com o preço que apresenta (449€) venha mesmo a superar todas as expetativas de competição no mercado e na preferência dos consumidores. Para quem já é veterano na utilização destes equipamentos, não é de todo preciso insistir nas qualidades deste robô munido de um leque de multifunções vasto e completo e de uma gama de práticos e eficientes acessórios perfeitos para cozinhar refeições rápidas ou elaboradas absolutamente surpreendentes e deliciosas.

Portanto, optamos por analisar este produto do ponto de vista de quem é novo nesta área, aqueles que nunca experimentaram este equipamento ou que até o encaram com certa relutância. Ou porque não gostam de deixar por mãos alheias um assunto tão sério como a arte culinária e as refeições diárias da família, ou porque receiam falhar redondamente numa área que já consideram, de si mesma, complicada e enervante… Enfim, são muitas as razões que tornam a culinária de hoje em dia, ou a simples confeção de refeições, num verdadeiro desafio, sobretudo numa época em que é tão importante desenvolver uma alimentação e hábitos de vida saudáveis, com tão pouco tempo disponível para a cozinha, como acontece hoje em dia com muitos de nós.

Ora, a nossa sugestão é, antes de mais, que ponham os preconceitos de parte de uma vez por todas e olhem para as enormes vantagens que este eletrodoméstico, agora ainda mais otimizado e atualizado, pode proporcionar tanto na confeção das refeições do dia a dia, como em momentos especiais de convívio e de festa, em que apresentar aos convivas algo mais refinado e de maior requinte pode fazer toda a diferença e impressionar aqueles que mais prezamos.

O Monsieur Cuisine Smart é um faz tudo… ou quase

Com efeito, o Monsieur Cuisine Smart é um eletrodoméstico inteligente, versátil, eficiente e muito bem apetrechado e, portanto, um assistente de cozinha perfeito na preparação de qualquer tipo de receitas, desde as mais simples e básicas, como um sopa cremosa ou um esparguete com parmesão (aquele tipo de pratos indicados para salvar o dia depois de uma semana de trabalho cansativa), até àquelas receitas que requerem um outro tipo de performance, algo mais exigente, seja por ocasião de um aniversário, um convívio de fim de semana ou uma festa com ementa alargada a convidados que apreciam um pouco mais de cerimónia. Seja como for, quer sejam cozinheiros inexperientes e com pouco tempo, quer se tratem de experts nas artes da boa mesa, só têm a ganhar em explorar as potencialidades deste robô, que não são poucas.

Quem já conhece e utiliza diariamente este equipamento sabe que este pequeno grande eletrodoméstico reúne num só recipiente múltiplas funções que, de outra forma, teriam de ser desdobradas no tempo com a sucessiva utilização de vários equipamentos: no fim, mais loiça suja, mais desarrumação… Com o Monsieur Cuisine Smart, felizmente, conseguimos ter tudo numa só máquina: copo misturador, batedeira, trituradora, moagem, panela de pressão, estufa e muito, muito mais. Tal é possível, sobretudo, graças ao recipiente em inox ultra-resistente e dotado de um poderoso conjunto de lâminas rotativas a que se podem juntar vários acessórios cruciais, como já veremos. Mais do que isto, o Monsieur Cuisine Smart tornou-se inevitavelmente num mini-computador com funções de chef que pode ser ligado à Internet via Wi-Fi, à app dedicada e à agenda digital, guardando as receitas preferidas e gerindo listas de compras com os produtos necessários. Ou seja, o Monsieur Cuisine Smart integra hoje perfeitamente a domótica inteligente da casa contemporânea.

O que se deve, pois, saber acerca deste utensílio superpotente e dotado de múltiplas funções, antes de dar início à utilização?

Como é costume, salientamos que uma máquina desta natureza, apesar de ser bastante segura e fácil de manusear, não dispensa uma leitura prévia atenta de todas as informações, em particular o manual de instruções, acompanhada de uma atenção especial a um conjunto de advertências. Em primeiro lugar, sigam exatamente as instruções do robô: por alguma razão ele é inteligente! Concretamente, há que respeitar os símbolos de aviso indicados pelo aparelho (sobretudo quando se é um novato com este tipo de eletrodoméstico), designadamente o alerta para o contacto com superfície quente da panela, ou com o vapor de água quente, ou com o facto de haver receitas que não são do próprio Monsieur Cuisine e devem, por isso, ser seguidas com mais alguma precaução. Note-se que o aparelho é bastante seguro ao longo de todo o processo de confeção: não permite, por exemplo, que o utilizador remova a tampa recipiente de mistura durante o funcionamento do aparelho; na verdade, emite um pequeno beep sonoro para confirmar que a tampa está bem colocada ou que o recipiente se encontra aberto ou fechado. Também avisa, por exemplo, da alta temperatura do recipiente, acendendo a luz vermelha intermitente em redor do botão frontal.

Outro ponto importante e que se relaciona ainda com a segurança é o facto de o Monsieur Cuisine Smart dispor de um conjunto de ventosas bastante fortes que fixam o robô à bancada, já que a rotação das lâminas pode atingir uma velocidade bastante elevada em certos programas, o que requer sem dúvida uma boa fixação do aparelho. Portanto, não pensem em deslocar o robô quando este já estiver em funcionamento. E sigam escrupulosamente a advertência de que pessoas menores não devem fazer utilização do aparelho. Da mesma forma, é bastante pertinente o alerta de cuidado no manuseamento do acessório de lâminas durante a limpeza, já que as lâminas são uma peça essencial do equipamento e particularmente afiadas. O correto encaixe do copo medidor, que nuns casos é mantido na tampa, noutros deve ser retirado, também merece toda a atenção, para que a cozedura a altas temperaturas ou a trituração a alta velocidade sejam sempre seguras.

Não se esqueçam do livro de instruções

Terminado este capítulo de advertências, passemos à sinopse descritiva do Monsieur Cuisine Smart. Comecemos pelos seus componentes: este robô apresenta-se de cara lavada, com um ecrã tátil colorido de 8 polegadas (tem pré-instalado de origem uma versão do Android adaptada), uma pega ergonómica e maior potência de motor (1000 W), estando habilitado para perfazer até 12 horas de funcionamento. Como outros gadgets de última geração, pode ser gerido através do Google Assistant, que é, aliás, uma das novidades relativamente à versão anterior.

O manual de instruções (podem dispor tanto da versão impressa como online, embora esta só esteja disponível no site do Lidl) ilustra os vários acessórios do robô devidamente numerados. A leitura dessa legenda é facultada ao longo do manual em múltiplas línguas, mas a «Vista Geral» do aparelho, para o que nos interessa, consta na página 104. Não é pertinente citar todos, mas vale a pena destacar, claro, os acessórios principais, tais como a unidade base e o recipiente de mistura, que está equipado com um conjunto de lâminas bastante potentes, como atrás referimos, o copo medidor, os dois acessórios para cozer a vapor – um fundo e outro plano -, um acessório batedor e uma espátula.

Uma componente essencial deste dispositivo é a digital: o seu ecrã tátil é, evidentemente, a alma e o rosto deste robô. O robô traz instalado o sistema operativo Android adaptado ao efeito, que conecta o aparelho à conta de utilizador e permite enviar informação para o smartphone (listas de compras, ingredientes necessários à confeção dos cozinhados e indicação das respetivas quantidades). É também através deste ecrã que nos são dados todos os avisos e indicações referentes ao funcionamento do equipamento, bem como o seu software principal, constituído por um conjunto de programas e uma coletânea de receitas originais do próprio Monsieur Cuisine, além de outras que são externas mas que estão carregadas na aplicação.

Passemos então à parte mais divertida do Monsieur Cuisine. Primeiramente, para aqueles que são mais tradicionais na cozinha, ou para quem prefere ser estudante aplicado de culinária antes de passar à prática, convém sublinhar que o manual de instruções apresenta um conjunto de «Dicas para o Processamento» do qual consta uma série de tabelas auxiliares ótimas para gerir as várias funções culinárias, tais como mexer, reduzir a puré, bater, picar, pulverizar… assim como, para cada alimento, se indicam as quantidades de referência, o nível de ação da máquina e o tempo necessário à confeção. De seguida, são apresentados os «Valores de referência para cozedura a vapor», «Cozedura em Vácuo», «Slow Cook» e, ainda, as funções «Fermentar» e «Batido».

Mas, à parte este tipo de compêndio absolutamente imprescindível para quem leva a cozinha mesmo a sério, nada impedirá qualquer utilizador mediano de evoluir além das expetativas com a ajuda do Monsieur Cuisine, sobretudo se confiarem – e podem perfeitamente fazê-lo – na aplicação, seguindo as instruções do visor. Sublinhamos que o ecrã touch é por excelência um ótimo interface de comunicação do utilizador com o seu robô e com a esfera digital.

Falemos, pois, desta aplicação, que é aliás o ponto de partida e um requisito essencial de qualquer electrodoméstico da geração smart. Uma vez feito o registo, podem aceder às configurações e programar o idioma e a rede, abrindo uma conta pessoal. Registado o endereço eletrónico e estabelecida a ligação do aparelho à rede doméstica (tal como se costuma fazer com os demais electrodomésticos inteligentes), vão poder registar as vossas próprias receitas e elaborar planos culinários semanais, bem como listas de compras que o robô enviará para o vosso smartphone, facilitando bastante a vida. A aplicação permite ainda guardar programas e receitas favoritos, programar processos de cozedura, etc. Mais, com este salto digital, é possível até ajustar porções de diferentes receitas (outra excelente novidade desta versão) e partilhar as novas experiências culinárias com os amigos.

E sim, podem (e devem) ser criativos

Note-se que podem também ignorar o início de sessão, caso a rede doméstica esteja desativada. Nesse caso, o visor apresentará o menu do mesmo modo, com dois separadores cruciais: Programas e Receitas. Vejamos, primeiro, os Programas. Aqui, cabe escolher o programa que for mais conveniente: o Monsieur Cuisine Smart executa todo o tipo de tarefas absolutamente necessárias numa cozinha: cozedura ajustada e cozedura específica (como cozer arroz ou ovos), aquecer água, passar alimentos, amassar, dourar, fermentar (e olhem que o robô confeciona ótima massa para bolos e, até, massa para pão caseiro, bastando completar com a cozedura no forno). Um dos mais interessantes programas é o Smoothie, que permite fazer ótimos e saborosos batidos, tão importantes na dieta de hoje em dia e no estilo de vida saudável.

Um bom e imprescindível coadjuvante de todas as tarefas culinárias é, evidentemente, a balança integrada, para não falar na funcionalidade turbo, disponível de forma muito simples no botão frontal, que é de pressão.

Reparem que a opção por estes e outros programas confere um certo grau de liberdade, pois todos eles são ideais para aproveitar os produtos alimentares disponíveis em casa e confecionar receitas oportunas, gerindo um plano culinário graças a funções que o aparelho executa de forma fácil e cómoda, tal como o programa de Cozedura Ajustada (que permite programar a temperatura, a duração e o nível da rotação). Experimentem fazer uma sopa, bastando para tal adicionar ao caldo uma mistura de legumes lavados e cortados, usando, uma vez finalizada a cozedura, a função de Passar ou premindo o botão de trituração. Retirando o copo medidor da tampa, podem adicionar o sal, o azeite, a pimenta, retificar temperos, acrescentar massas ou outros legumes. E a sopa fica finalizada e… deliciosa.

Como podem ver, é verídico o lema de «o robô que faça», mas cabe-vos inventar, criar, ajustar, adicionar, substituir… desde que respeitem as regras e os avisos do equipamento e confiem o suficiente na experiência que forem adquirindo com o próprio uso.

O segundo separador é o das Receitas. É nesta vertente, pode-se dizer, que a máquina ganha todo o protagonismo. Com efeito, o Monsieur Cuisine Smart gere inteiramente os passos a seguir e a respetiva cronometragem. São 600 receitas que se apresentam compiladas em tempo real, na programação do robô, e cuja avaliação está disponível juntamente com os gostos e preferências dos utilizadores. Aqui, poderão encontrar ao seu dispor propostas interessantíssimas, tanto para uma culinária prática e quotidiana, como para uma mesa mais requintada e elegante, consoante os contextos e as ocasiões, desde a preparação de bebidas, sufflés, sopas cremosas, carnes e peixes de confeção lenta e bastante apurada, bolos, sobremesas, massas, molhos, ou até comida para bebé.

Para além de deliciosa pastelaria e da vertente de padaria, estão disponíveis um receituário de comida vegetariana e vegana, bem como uma compilação de menus adequados a cada refeição, desde o pequeno-almoço ao jantar. A cozinha internacional está igualmente contemplada, além de um conjunto de novas entradas culinárias que são constantemente atualizadas. A tudo se pode aceder facilmente pela funcionalidade de Pesquisa.

Fizemos várias experiências, a fim de analisar o resultado final. Citamos apenas algumas: o creme de legumes doce e aveludado; a sopa de nabo com um sabor requintado e exótico; a couve-flor gratinada que permite saborear uma mistura única de paladares consolidada com a dose certa das especiarias; e o nosso preferido, uma tarte de limão que conjuga a acidez cítrica do recheio com a cobertura de merengue suave e macia. Até pão confecionámos, e com bastante sucesso – um pão saboroso e natural que se manteve macio ao longo de vários dias (nada parecido com o pão de supermercado seco que depressa adquire bolor…).

Se o aspeto impressiona, nem imaginam o sabor

Qualquer uma destas receitas resultou perfeita e deliciosa, tendo sido bastante fácil de executar. O visor fornece sempre uma ajuda preciosa, pois informa de todo o processo durante cada uma das etapas de confeção, descrevendo cada passo e cronometrando a respetiva contagem de tempo (decrescente), a par de outras informações igualmente pertinentes e necessárias, como o nível e sentido de rotação das lâminas e a temperatura.

Em todo o caso, não é demais lembrar a versatilidade deste Monsieur Cuisine Smart: é permitido, por exemplo, parar cada operação no ponto em que se encontra, recorrendo à funcionalidade de Pausa, no ecrã. É permitido, da mesma forma, tomar notas a meio de uma receita, dispondo do botão no canto superior direito do menu, e registando-as na própria aplicação, ou recuar, para rever determinados passos, ou ainda avançar, para visualizar antecipadamente os passos seguintes. Igualmente, podem optar por guardar a receita ou pedir ao robô para memorizar um determinado passo da mesma, que pode vir a ser útil em confeções futuras e ainda mais criativas.

Não duvidem: com o Monsieur Cuisine Smart podem fazer basicamente tudo. Experimentámo-lo e podemos dizer que ele nos conquistou muito facilmente, pela sua utilização muito intuitiva e fácil, funcionamento cómodo e eficiente. Alimentos que queimam e pegam ao fundo, fervuras que vão por fora… são percalços do passado.

Não temos, por isso, reservas em continuar a utilizá-lo e recomendamo-lo vivamente como um ótimo assistente de cozinha. Se, por um lado, o recurso à programação permite ao cozinheiro mais experiente talhar o seu próprio caminho e inventividade, por outro, a conectividade do interface com a sua vasta panóplia de programas e receitas permite criar pratos saborosos e interessantes, e sem margem para falhas, senão reparem: a dosagem, a sequência de procedimentos, as funções e os tempos de operação são inteiramente controlados pelo robô.

É evidente que o Monsieur Cuisine Smart não substitui os braços nem as mãos do utilizador, pois cabe a cada um este aplicar os utensílios, verter, espatular, adicionar e finalizar a receita segundo as instruções que são especificadas, sendo que algumas receitas requerem a utilização adicional de outros recursos, como o forno ou a preparação de alguns ingredientes à parte. Seja como for, o robô assegura todas as etapas cruciais, afinando o resultado final. Se desejarem, no fim da tarefa, disponibiliza ainda a função de autolavagem, permitindo optar pelo modo de lavagem breve ou longa.

Então, e o Monsieur Cuisine não tem defeitos? Defeitos até tem: é um eletrodoméstico que ocupa e disputa algum espaço dentro da cozinha, sobretudo se esta for exígua e tiver pouca área de superfície disponível para preparação dos alimentos e confeção das refeições. Mas a decisão é vossa, quanto ao que preferem ter à sua disposição: se uma multiplicidade de pequenos eletrodomésticos que executam funções distintas, ou apenas um que faz tudo pelos outros… Depois, há que ter em consideração o peso do recipiente misturador, que se torna menos fácil de manobrar quando é preciso verter o conteúdo para outro recipiente – isto, apesar de as pegas laterais serem bastante ergonómicas e práticas. A verdade é que, quando acresce mo conteúdo, que pode ir até aos 3 litros de tara líquida, caso esteja repleto, o recipiente torna-se particularmente pesado e difícil de suster. Não vale a pena inventar mais desvantagens, porque o Monsieur Cuisine não tem mais nenhuma. Receiam que no futuro alguma peça precise de ser substituída? Encontram-se todas à venda no mercado, com prazo de entrega de 2 ou 3 dias…

Já há muito tempo que existe sobre a placa do fogão de muitas casas um robô à espera da hora de confecionar a próxima refeição. E desde então que este tipo de equipamento não tem parado de evoluir e de proliferar, num mercado de pequenos eletrodomésticos que visam servir o conforto pessoal e doméstico e otimizar a economia de recursos e de tempo. O certo é que o novo Monsieur Cuisine Smart, quer pelo preço módico com que concorre com outros aparelhos do seu segmento, bastante mais caros, quer por todos os requisitos que reúne, tem tudo para conquistar o lugar de honra nas cozinhas dos utilizadores – na minha, pelo menos, não é exceção!

A Monsieur Cuisine Smart vai estar à venda nas lojas Lidl no dia 28 de novembro por 499€, limitado ao stock existente.

Recomendado

Este equipamento foi cedido para cobertura pelo Lidl Portugal.

- Publicidade -

2 Comentários

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes