Análise – Jurassic World Evolution Complete Edition (Nintendo Switch)

Bem-vindos ao Jurassic Park Portátil.

Jurassic World Evolution Complete Edition
- Publicidade -

Havia muitas maneiras de adaptar Jurassic Park e Jurassic World para os videojogos. No passado tivemos jogos de plataformas, shooters, aventura e outros, mas, mais recentemente, a Frontier Developments trouxe-nos aquela que parece ser a mais lógica, um jogo de gestão e estratégia que nos coloca na linha da frente para gerir um parque impossível e, até, criar um de raiz.

Jurassic World Evolution aterrou no PC e consolas em 2018, mas só mais recentemente é que chegou à Nintendo Switch, convidado mais jogadores a embarcarem numa aventura pré-histórica e oferecendo uma experiência on-the-go que casa na perfeição com o estilo de jogo que apresenta.

Ao longo de uma campanha bastante sólida, Jurassic World Evolution faz um excelente trabalho a ensinar-nos todas as mecânicas necessárias para gerir um parque. Como se de uma masterclass se tratasse, temos todo um arquipélago de ilhas ao nosso dispor, antes de nos atirarmos para a icónica Nublar, onde pequenas missões nos ensinam o básico, como criação de estruturas, terra-formação, criação e alimentação de animais. Ao mesmo tempo, dá-nosespaço para conhecer muito bem todas as peças do puzzle que constituem os parques, assim como os dinossauros que vamos criando e tratando.

Através de um sistema de controlos complexo, mas simples de compreender, Jurassic World Evolution leva-nos aos anos 90 e 00, onde jogos como Zoo Tycoon nos ocupavam horas e horas. Este será, talvez, o melhor comparativo a fazer, já que as mecânicas e o ritmo de jogo são bastante semelhantes. A grande diferença? O facto de que estamos a trabalhar com dinossauros e que este é um produto licenciado pela lendária série de filmes que influenciou toda uma geração.

Jurassic World Evolution Complete Edition

Em Jurassic World Evolution, o jogador tem que ter em conta várias dimensões da gestão do parque para que possa receber mais visitantes, faturar mais e, obviamente, expandir ainda mais. As decisões estratégicas de manter o parque rentável requerem sacrifícios e cuidados, pois uma pequena distração ou ambição pode colocar em causa o seu bom funcionamento.

Racionar o espaço disponível é tão importante como dispor edifícios bem posicionados para que tenham alimentação elétrica, que servem também para alimentar as cercas que protegem os visitantes dos dinossauros. Ao mesmo tempo, temos que cuidar das criaturas que contam com perfis, características, estados de espirito e níveis de saúde únicas. Ao longo de várias sessões, acabam por transformar-se em pequenos animais de estimação virtuais.

Tal como nos filmes, a tensão e ansiedade estão presentes ao longo da nossa jornada, ou simplesmente em modo criativo, porque o mundo dinâmico e vivo dos nossos parques está repleto de pequenos episódios inesperados. Exemplos disso são dinossauros que adoecem, outros que lutam, temos fugas, acidentes e até condições atmosféricas adversas que nos obrigam a fechar temporariamente o parque. São situações que requerem um nível de atenção e dedicação extra para um jogo que é, de alguma forma, muito relaxante.

A versão para a Nintendo Switch chega mais tarde, mas também mais completa. Jurassic World Evolution Complete Edition é a edição definitiva do jogo, com os seus DLCs adicionais que nos convidam a revisitar e gerir o icónico parque de 1993, apresentado no filme original Jurassic Park.

O acesso ao parque antigo pode ser feito de forma imediata, mas não é fácil. Todo o processo de habituação às mecânicas de jogo requer que se experimente a campanha original do jogo, a menos, claro, que já tenham experimentado Jurassic World Evolution numa qualquer outra plataforma.

Neste conteúdo adicional, temos uma interessante recriação do lendário parque que nos dá uma noção geográfica dos eventos do filme e conta com a presença de alguns dos dinossauros mais icónicos, como a Rexy, o T-Rex protagonista dos filmes.

Jurassic World Evolution Complete Edition

Os visuais de Jurassic World Evolution Complete Edition para a Nintendo Switch são outro ponto de destaque, não por ser uma conversão extraordinária, mas por satisfazer minimamente os jogadores que utilizarem a Nintendo Switch em modo portátil. Os menus e interface são claros e bem definidos, mas, apesar de todas as opções de acessibilidade disponíveis, poderiam ser um pouco maiores, já que os textos e os ícones de interesse são, por vezes, demasiado pequenos.

No que toca ao desempenho propriamente dito, Jurassic World Evolution Complete Edition comporta-se bastante bem. Apesar do sacrifício de resolução e de qualidade de texturas e elementos no ecrã, tal resulta numa imagem muito suave e quase desfocada, tornando esta versão visualmente bastante distinta do que temos no PC e restantes consolas.

Contudo, Jurassic World Evolution Complete Edition na Nintendo Switch consegue ser um jogo bonito e agradável, especialmente quando nos aproximamos de edifícios, vegetação e, obviamente, dos dinossauros, que são deliciosamente reproduzidos neste jogo.

Jurassic World Evolution Complete Edition tem os seus sacrifícios, expectáveis para uma conversão para a Nintendo Switch, mas, no geral, é um título bastante sólido e composto. É uma das melhores adaptações da série de filmes para videojogos, num formato perfeito para a consola da Nintendo, que chega na versão mais completa possível.

Para fãs de estratégia e gestão é um must-have. Já para os fãs de Jurassic Park é uma delícia, mesmo que requeira algum tempo de aprendizagem nas mecânicas.

Nota: Muito Bom

Plataformas: Nintendo Switch
Este jogo (versão Nintendo Switch) foi cedido para análise pela Best Vision PR.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,406FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
655SeguidoresSeguir

Relacionados

Análise – Pikmin 3 Deluxe

Pikmin 3 Deluxe é um jogo cativante para quem aprecia a resolução de puzzles num mundo em contra-relógio e com uma mensagem escondida.

Análise – The Pathless

Despido de excessos, The Pathless apresenta um dos mundos abertos mais convidativos e misteriosos à exploração.

Análise – Sackboy: A Big Adventure

A grande aventura a solo da mascote da PlayStation começa aqui. A PlayStation sempre teve jogos de plataformas e títulos...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – PonPu

Pato mutantes, ovos explosivos e personagens disformes – sejam bem vindos ao mundo de Ponpu!

Cyberpunk 2077 vai receber um modo de fotografia muito detalhado

Perfeito para admirar a nossa personagem e a cidade do jogo.

SwatchPAY! já funciona em Portugal

Para já, a parceria de pagamento contactless através da nova linha de relógios é exclusiva da Caixa Geral de Depósitos até 15 de janeiro.