Análise – Headphones Philips BASS+ – Há música da boa, com e sem fios

A série Bass+ da Philips pretende oferecer uma solução para quem procura um par de headphones confortáveis, com boa qualidade de som e funcionais.

- Publicidade -

A Philips enviou-nos três pares desta sua série, e, olhando para eles, a questão que se levantou foi “quais são as diferenças?”, até porque são aparentemente iguais, mesmo nas caixas.

São os SHL3075, os SHB3075 e os SHB3175, destacando-se este terceiro par pelo seu tamanho, ligeiramente maior, e pelas funcionalidades extra que apresenta.

Os SHL3075 e os SHB3075 são dois pares gémeos, com a diferença de que um par usa o tradicional fio com ficha de 3.5mm e o outro usa tecnologia Bluetooth.

São ambos headphones fechados com auscultadores de 32mm, bastante confortáveis de se usar e capazes de se dobrarem para melhor arrumação ou colocar pendurados ao pescoço.

A nível técnico, apresentam apenas uma ligeira diferença na frequência, sendo que os SHL3075 com fios vão até os 23000Hz e os SHB3075 aos 21000Hz. Na prática, e fazendo uma comparação direta, pouco ou nada se nota, e são capazes de produzir som até 103db.

Ambos os pares são surpreendentes na sua utilização. Seja com ou sem fios, o som é virtualmente igual, apresentando-se bastante claro, robusto e encorpado, fazendo justiça ao seu nome BASS+.

Mesmo em temas mais instrumentais ou vocais, a distinção de diferentes fontes é bem percetível, sendo possível sentir as diferentes camadas entre os sons mais baixos e altos. Nota-se claramente uma qualidade de som consistente entre vários tipos de conteúdos.

O conforto de utilização e o isolamento de sons externos também levam nota muito positiva.

As grandes diferenças entre os SHL3075 e os SHB3075 recaem apenas no tipo de utilização que se pretende dar.

No caso do par com fios, os SHL3075, não apresentam botões no equipamento. A sua utilização recorre apenas ao fio com o comprimento de 1.2 metros, que inclui um pequeno controlador com microfone, podendo ser usado para chamadas.

Já os SHB3075 apresentam uma série de botões de controlo de fácil alcance, no lado direito, e um microfone embutido. Devido à tecnologia sem fios, apesar da qualidade de som ser igual à dos SHL3075, o som está suscetível a alguma latência, algo que é percetível na visualização de vídeos.

Os SHB3175 são o par mais completo do conjunto. São também um par sem fios, com tecnologia Bluetooth, mas com o acréscimo de poderem ser usados com fios, graças ao seu conector com ficha de 3.5mm. É, no fundo, um 2-em-1.

Apresentam-se um pouco maiores que os restantes pares com drivers de 40mm e são igualmente fechados, fazendo, também, um excelente trabalho no isolamento do som.

As suas características também não diferem muito, com frequências de 8-21500Hz e um débito de som até 104dB.

A qualidade de som é muito semelhante aos outros dois modelos, havendo uma grande consistência neste departamento para esta série Bass +. Ainda assim, os auscultadores ligeiramente maiores conferem um conforto de utilização maior e uma acústica reforçada.

Os dois pares sem fios incluem, obviamente, baterias, que permitem uma utilização contínua até sensivelmente 12 horas.

Apesar de tudo, todos os pares sofrem com a qualidade de construção, algo que se reflete um pouco no seu aspeto e no preço dos produtos. São todos construídos em plástico e dão a sensação de que com o tempo de uso possam vir a ficar danificados com facilidade. Embora não tenhamos tido nenhum acidente, sentimos alguma fragilidade na utilização.

No fim do dia, é como se estivéssemos perante o mesmo par, mas com funções diferentes, adaptando-se ao tipo de liberdade que o utilizador procura. Em todo o caso, existe neste três modelos boa qualidade de som e uma ergonomia de utilização bastante consistente.

Os SHL3075, SHB3075 e os SHB3175 fazem parte da série BASS+ da Philips, podendo ser encontrados à venda, em diferentes cores, com os seguintes preços recomendados:

  • Philips BASS+ SHL3075 – €29.99
  • Philips BASS+ SHB3075 – €49.99
  • Philips BASS+ SHB3175 – €69.99

O equipamento foi cedido para análise pela Philips.


- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,987FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
785SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

O tema de Mortal Kombat recebe um remix para o novo filme

Benjamin Wallfisch é o compositor do novo tema que é, no mínimo, energético.

Análise – Mundaun (PlayStation 4)

Completamente desenhado a lápis, este é um jogo de terror que não podem ignorar.

Análise – Narita Boy (PlayStation 4)

Viajem para o mundo cibernético neste jogo de ação e aventura centrado num rapaz que é transportado para um videojogo.

Análise – Valco VMK20 Wireless ANC Headphones

A nova aposta da Valco representa uma evolução no caminho certo, com espaço para algumas melhorias.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

A Federação Académica do Desporto Universitário abraça os esports com novas modalidades

FIFA, League of Legens e Valorant, são os três primeiros jogos a juntarem-se à Federação Multidesportiva.