Análise – Earphones Tronsmart Onyx Ace Pro

- Publicidade -

Bonitos, simples, práticos, e com queda para a música.

Fica já o aviso a pessoas que, como eu, tenham orelhas estranhas que não permitam usar earphones: não comprem os Tronsmart Onyx Ace Pro. Isto porque, apesar de ergonómicos, os earphones assentam apenas na orelha, não tendo uma borracha que possa servir de suporte. Numa corrida, a minha orelha esquerda não gostou da companhia do earphone, o que fez com que terminasse a corrida com o mesmo no bolso, ou arriscava-me a perdê-lo.

Estando este ponto tratado, passemos à análise dos Onyx Ace Pro.

Este modelo Pro da Tronsmart trata-se de uma atualização dos Tronsmart Onyx Ace, oferecendo, em comparação ao antecessor, uma potência extra. As características técnicas incluem um chip Qualcomm QCC3040, autonomia de 27 horas de utilização, porta USB-C, resistência à água IPX5, decodificação de áudio adaptável aptX e microfones quádruplos com redução de ruídos em chamadas cVc 8.0.

A caixa dos Onyx Ace Pro é simples, que permite bom acondicionamento a tudo o que traz: os earphones propriamente ditos, o estojo de carregamento e uma caixa que, no interior, tem o manual (que não está disponível em português) e o cabo USB-C.

No que diz respeito ao design, os Tronsmart Onyx Ace Pro – tanto os earphones, como a caixa de carregamento – são bastante bonitos, em cor branco porcelana, e com acabamentos em metal. A caixa tem quatro leds que indicam o estado da bateria e os earphones trazem um botão touch no topo.

Ao retirarmos os earphones da caixa, estes ligam automaticamente, e ao colocá-los novamente na caixa, irão desligar automaticamente. É prático, sim, mas podemos não querer que eles se liguem automaticamente, a meu ver… Algo que também acontece automaticamente é a ligação wireless, assim que são retirados da caixa, porque, cá está, ligaram-se automaticamente.

Como já referi, existe um botão touch em cada um dos earphones que, essencialmente, servem para tudo. Podemos controlar o volume diretamente nos earphones, avançar ou retroceder, ou até pausar, as músicas que estamos a ouvir. No caso das chamadas, é-nos permitido atender, rejeitar e controlar o volume através de um simples toque (em certos casos, terá que ser prolongado até dois segundos). Com três cliques rápidos ligamos ou desligamos o gaming mode.

Um dos pontos fortes indicados pela marca é a baixa latência, referindo a possibilidade de utilização destes earphones em contexto gaming. Não utilizei nesse contexto, admito, mas usei bastante para ver séries no computador. E tenho que concordar! Achei incrível o facto de ouvir os diálogos “em tempo real”, não sendo notável qualquer diferença de tempo – a existir, era mínima – entre o movimento labial dos atores e o áudio nos earphones.

Contudo, pode ser, talvez, por não ter utilizado em contexto de videojogos, mas ativando o modo gaming dos Onyx Ace Pro, não notei qualquer diferença para quando estava a escutar música ou quando estava a ver uma série com o modo gaming desativado.

Apenas um ponto negativo a referir, contudo, julgo não poder exigir-se isto em todos: noise cancelling. Testando os earphones na rua percebi que o barulho normal da rua (carros a passar, crianças a gritar, etc…) por vezes sobrepunha-se à música que vinha a ouvir. Sendo, por um lado, seguro – estás na rua, é suposto estares com atenção ao que te rodeia – por outro, torna-se estranho aquela mistura de sons, por mais alto que ponhas o volume da música.

No geral, os Tronsmart Onyx Ace Pro foram uma surpresa, e uma ótima experiência para alguém que sempre evitou comprar este género de phones devido, exatamente, à má experiência que tinha – relembro a orelha esquerda… Da minha parte, completamente aprovados. Se procuram uns earphones para várias finalidades, os Onyx Ace Pro poderão ser, sem dúvida, a vossa escolha.

Os Tronsmart Onyx Ace Pro podem ser encontrados no site oficial, por cerca de 30€ a 40€.

Recomendado

Dispositivo cedido para análise pela Tronsmart.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Gelatieiri. A nova gelateria de Vila Real de Santo António tem gelados bem cremosos

E faz-nos lembrar vagamente a La Romana, que fomos experimentar recentemente em Lisboa.

Chuva de reclamações tapa o Sol da Caparica. Afinal, o que se passou?

Mas as palavras de desagrado do público parecem não ter surtido qualquer efeito junto dos promotores.