Análise – Corsair HS75 XB Wireless

A aposta áudio exclusiva à Xbox da Corsair é (quase) excelente.

- Publicidade -

Com a chegada das novas consolas no final do ano passado, a Corsair revelou um novo membro ao seu catálogo, os Corsair HS75 XB Wireless, um par de auscultadores para jogadores e, neste caso, compatíveis com o ecossistema Xbox.

Como é hábito neste tipo de equipamentos, os Corsair HS75 XB Wireless tiram partido da ligação Xbox Wireless existente nas consolas Xbox One, Xbox Series X|S e nos PCs Windows 10 através de um adaptador, tornando-se quase sempre uma solução muito dedicada, mas com as suas vantagens, sendo a maior delas uma ligação sem lag ou interferências, graças aos seus canais próprios.

Mas neste caso, os Corsair HS75 XB Wireless primam também por algo mais. Falo da certificação Dolby Atmos com suporte nativo, o protocolo de áudio espacial existente na Xbox que proporciona uma experiência mais imersiva, com jogos calibrados especificamente para tal.

Começando pelo design, os Corsair HS75 XB Wireless são bastante elegantes, robustos e sóbrios. Com uma linha muito tradicional, uniforme e simétrica, sem cabos à vista a ligar os dois auscultadores e com uma aparência moderna, onde se destaca a grelha com o logo da Corsair no corpo de cada auscultador e os seus suportes de plástico de alta qualidade que imitam metal.

Corsair HS75 XB Wireless

Não gritam “gaming” e, sendo uma solução particularmente a pensar nas consolas, ou seja, máquinas de sala, é uma aposta que não vai embaraçar nenhum jogador quando receber visitas em casa se os deixar em cima da mesa central da sala.

A nível de interação, temos botões e reguladores, um em cada lado. À esquerda um botão de silêncio do microfone e um regulador analógico de volume. Já à direita o regulador que mistura o áudio do jogo com o de conversas e o botão de on e off. Esta divisão simétrica em design e utilização é perfeita para rapidamente, numa sessão de jogo, podermos dar prioridade ao que queremos de forma intuitiva. E no que toca à Xbox, estes controlos eliminam por completo (inativam até) acesso aos controlos no painel de sistema da consola, o que é ótimo.

Já um ponto um pouco negativo é a utilização do botão de silêncio que, apesar de dar uma notificação sonora, não é fácil de perceber imediatamente se o microfone está de facto ligado ou desligado.

Ainda no seu corpo encontramos uma porta USB-C para carregar mesmo durante a utilização, o que é ótimo. Mesmo com a promessa de 20 horas de utilização, que na prática num cenário realista se traduz a três ou quatro dias sessões de jogo intensas, é possível ficar sem bateria a meio de uma sessão, logo poder carregar enquanto se joga é, sem dúvida, uma mais valia. Também de destacar é a ranhura do seu microfone amovível para usar apenas quando queremos, com uma proteção própria para o fechar.

Corsair HS75 XB Wireless

Os Corsair HS75 XB Wireless são um par de auscultadores de 50mm, o que significa que estamos perante uma solução que não só promete uma acústica mais diversa, mas também um conforto maior, aqui muito graças às almofadas macias que abraçam as orelhas, deixando-as respirar dentro das cúpulas. Os auscultadores também não fazem muita pressão, não balançam na cabeça e são leves o suficiente para se usar horas a fio sem causar desconfortos.

A nível de som, estamos perante uma experiência eximia, com destaque para os jogos certificados com Dolby Atmos. É verdade que esta solução espacial é compatível com qualquer auscultador estéreo e funciona com qualquer jogo, mas naqueles onde tudo se alinha, como é o caso de Forza Horizon 4, Gears 5 ou Tom Clancy’s The Division 2, em particular, a experiência é mais imersiva do que nunca, com uma replicação surround sem precedentes.

Além da sensação espacial nestes jogos, temos também uma sensação atmosférica, com as nuances ambientais a criar confortáveis camadas. As músicas, normalmente colocadas nos canais traseiros, aqui parece que surgem da mente das personagens, e sons de motores, tiros e outros efeitos são tão claros como pujantes. A experiência Dolby Atmos nos Corsair HS75 XB Wireless é tão excelente que pode converter os mais céticos, mas tal também acontece graças à excelente qualidade áudio que apresentam, sem os baixos agressivos, um ótimo equilíbrio de áudio, rico e encorpado.

Também ótima é a experiencia social, com o microfone a captar e a filtrar as nossas vozes de forma exímia, garantido que os nossos amigos nos ouvem na perfeição do outro lado.

No geral, os Corsair HS75 XB Wireless têm tudo para ser uma excelente solução. E na verdade são se, e apenas se, considerarmos que os queremos usar nas Xbox, mas podem ser um pouco difíceis de recomendar por várias razões.

Sendo uma solução de uso exclusivo para as plataformas Xbox, por 179,99€, o preço recomendado pela Corsair é difícil de justificar. Os Corsair HS75 XB Wireless não possuem outro tipo de ligações, seja Bluetooth ou uma simples ligação de 3.5mm, que poderia facilmente expandir a sua utilização a um smartphone ou até a outras consolas através dos comandos. Também é importante referir que, apesar da sua compatibilidade com o PC, é necessário um adaptador extra, o Xbox Wireless Adapter, algo que custa 22,99€. É certo que o Dolby Atmos funciona de forma fantástica, mas a sua licença não ultrapassa os 15€ e pode ser adquirida para qualquer outro par de auscultadores mais versátil e acessível.

Corsair HS75 XB Wireless

Mas o meu maior receio com os Corsair HS75 XB Wireless, que me impede de os recomendar num estalar de dedos, advém da experiência out-of-the-box, ao seguir as recomendações da Corsair em atualizar o firmware. Em suma, o par fornecido para análise virou um pisa-papéis durante algumas horas, não dando sinais de vida, isto por causa do absurdo e complicado processo de utilização do iCUE, que deve estar sempre atualizado na última versão. Os meus Corsair HS75 XB Wireless ressuscitaram após algumas horas de stress nos fóruns oficiais e foi por mero acaso, ao experimentar a atualização do firmware através de um segundo computador. Portanto, se adquirirem uns Corsair HS75 XB Wireless, não atualizem de imediato sem terem a certeza que se sentem confortáveis para tal.

Esta aposta da Corsair é, sem dúvida, interessante, removendo pequenas críticas, observações e, particularmente, uma dor de cabeça. A excelência áudio e a sua simplicidade tornaram-nos os meus auscultadores principais para jogar Xbox e fazer partidas com amigos. Contudo, apesar da experiência da marca na área, ainda se sente como um produto de primeira geração.

Este dispositivo foi cedido para análise pela Corsair.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

Trust com dois pares de auscultadores multiplataforma

Para usar no PC, consolas ou dispositivos móveis.

Corsair tem novos SSD M.2 de alto desempenho

A evolução das placas SSD da linha MP600 são mais rápidos e têm mais armazenamento.

Aventuras fantásticas, surreais e simuladores no Xbox Game Pass em setembro

Setembro abre com oito novos jogos no serviço.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Já repararam nos novos talões do Lidl? São mais ecológicos

Agora é esperar que a concorrência faça o mesmo.

Burger King abre novo restaurante em Sesimbra

É o 12º spot da marca no distrito de Setúbal e o segundo em Sesimbra.

Vai ser possível visitar os novos trabalhos arqueológicos em Troia ainda em setembro

Mas atenção: é num dia específico e os lugares são limitados.