Análise – BQ Aquaris X2 Pro

Faz cerca de um mês e troca o passo desde que a BQ anunciou a sua linha de smartphones para 2018, composta pelo Aquaris X2 e pelo novo topo de gama Aquaris X2 Pro.

O BQ Aquaris X2 Pro é a atualização do Aquaris X Pro lançado o ano passado. E antes de espreitarmos o seu interior, é por fora, pelo seu aspeto, onde são notórias algumas das diferenças para este modelo de 2018.

Um design muito premium

Se o primeiro modelo ainda não apostava no ecrã infinito, o X2 Pro abraça-o profundamente, resultando num dispositivo com um glorioso ecrã que deixa apenas espaço para a câmara e os sensores frontais no topo e o pequeno logo no espaço disponível em baixo.

Mais uma vez, a BQ aposta numa simetria no que toca ao design dos seus dispositivos, colocando o ecrã bem ao centro do corpo do equipamento, ocupando o máximo de área possível.

Estamos perante um ecrã de bordas arredondadas, com a mesma forma do equipamento, num formato de 18:9. O ecrã é bastante brilhante, apresenta uma excelente definição e bons níveis de cores, mostrando-se bastante fácil de utilizar na rua, mesmo com alguma incidência solar.

A sua dimensão de 5.65 polegadas coloca o Aquaris X2 Pro na dimensão média dos dispositivos atuais e ,como é óbvio, é também uma boa solução para os amantes de multimédia.

A pensar nesses utilizadores, a BQ incluiu neste dispositivo a capacidade de termos som estéreo. Em vez de termos no topo do equipamento um auscultador semelhante ao que encontramos na base, a BQ optou por usar o altifalante padrão, com o qual fazemos chamadas como segundo canal.

Ao início é até um pouco atrofiante, no bom sentido, perceber de onde vem o som. O resultado não é dos mais envolventes e percebemos facilmente que há um lado que debita mais do que o outro. Ainda assim, é uma solução inteligente que tira partido dos componentes do Aquaris X2 Pro, ao mesmo tempo que apresenta uma solução para continuarmos a ouvir o conteúdo multimédia até quando abafamos o som ao segurar o smartphone.

O Aquaris X2 Pro também não esquece aqueles que querem ouvir música em privado e inclui a porta áudio de 3.5mm, mesmo ao lado da porta USB Type-C, que, para além de carregar o equipamento, é também uma alternativa para quem já usa headphones que recorram a este tipo de conetividade.

Infelizmente, temos outra vez a ausência do sistema de processamento Dolby e as suas capacidades de personalização de perfis de áudio.

Voltando ao aspecto, a traseira do Aquaris X2 Pro é muito semelhante à do seu antecessor, com a diferença que temos agora dois sensores de fotografia bem melhores, o flash um pouco mais abaixo dos mesmos e o branding do programa Android One, do qual este equipamento agora faz parte.

A traseira é revestida a vidro 3D com acabamentos dourados. É bastante interessante como o material neste equipamento, apesar do seu aspeto quase cerâmico, não escorrega nas mãos, nem se enche de dedadas.

O resto do corpo é abraçado por uma liga de alumínio, que lhe dá aquele aspeto bem premium. Para além de bonito, é robusto, ergonómico e, ao contrário de dispositivos de outras marcas, tem identidade.

Características e o Android One

42892797392 7e3c62fb1a o

O Aquaris X2 Pro vem equipado com um processador de oito núcleos Snapdragon 660 e um chip gráfico Adreno 512. São processadores com cerca de um ano, mas apresentam melhorias substanciais em relação ao Aquaris X Pro, nomeadamente a nível de rendimento e consumo de energia.

Mesmo neste modelo de análise, de 4GB de RAM e 64GB de armazenamento (havendo ainda o de 6GB de RAM/128GB de armazenamento), vamos poder correr alguns dos jogos visualmente mais pesados na Play Store sem grandes compromissos, como Tekken, PUBG, FIFA 18, entre outros. O seu desempenho é perfeito, se não for mesmo acima da média, numa utilização regular no dia-a-dia.

Mas o mais impressionante, mesmo nos dias de algum calor, é que aquece relativamente pouco.

O Aquaris X2 Pro marca também a chegada de mais um BQ ao programa Android One, algo que é muito promissor para o equipamento e para a marca, que tem por hábito apostar no suporte dos seus dispositivos durante anos.

Com o Android 8.1 Oreo, vamos poder ter garantidamente atualizações para versões mais recentes do Android, ao ritmo de que a Google os manda cá para fora. Ou seja, o Aquaris X2 Pro já é, à partida, um smartphone para durar.

Este programa também permite que o Aquaris X2 Pro inclua versões quase limpas do seu sistema operativo, no qual a BQ aproveita, e bem, explorando funcionalidades importantes, como as das câmaras, ao incluir nativamente o Google Lens na aplicação da fotografia, que permite a identificação de objetos e imagens com pesquisa imediata no Google.

Dois sensores, muitas fotografias (e vídeos)

42892797352 84485d1943 o

A aplicação de fotografia vem ainda com todos os modos que podemos esperar de um equipamento de topo. Fotografia manual e automática, retrato, vídeo, panorama, slow motion, fast motion, entre outros que tiram partido dos excelentes sensores de fotografia da Samsung.

Na traseira temos dois sensores de 12MP e 5MP com abertura de f/1.8. Apesar da diferença de resolução, funcionam bastante bem em uníssono, especialmente em fotografias onde queremos dar aquele efeito de desfoque nos modos de retrato ou grande pormenor, resultando em imagens com um efeito real e de qualidade aproximada ao de equipamentos mais caros.

O modo automático também se comporta bastante bem, quer seja em dias de sol ou à sombra debaixo de telha. Há ainda um modo de HDR+ para equilibrar os tons das fotografias, que, apesar de interessante, nem sempre é aconselhável, uma vez que, dependendo do fundo das fotografias, aplica-lhes uma estranha aura brilhante.

No geral, as fotografias saem com muito boa definição, mesmo com imagens de muito detalhe, e a captura de imagens é bastante rápida.

Temos também capacidades de captura a 4K a 30fps e 1080p a 120fps, com estabilizador de imagem para aqueles vídeos épicos em câmara lenta.

A câmara frontal, também uma Samsung de 8MP e abertura de f/2.0, comporta-se bastante bem e tem uma angular perfeita para fotos em grupo. Estranhamente, para além do modo de retrato, temos a ausência de um modo manual, ficando apenas selecionável o HDR e o flash.

Mas ainda a pensar nos fãs das selfies, a BQ inclui aqui a tecnologia SoftNeuro, que promete criar fotografias com efeito de profundidade artificial através da aprendizagem e das fotografias tiradas pelo utilizador, algo que não foi observável no nosso teste.

Autonomia e considerações finais

Por fim a bateria de 3100mAh, que, neste equipamento, lhe confere numa utilização regular quase dois dias de autonomia. É algo que diminui drasticamente quando recorremos às capacidades multimédia do Aquaris X2 Pro, mas, no geral, comporta-se bastante bem.

Temos também aqui o Quick Charge 4+, que vem a calhar para os momentos de emergência em que precisamos de carregar rápido o telemóvel, bastando mesmo uma mera meia hora para encher metade do depósito.

O Aquaris X2 Pro tem ainda outras características interessantes como flash LED controlável, compatibilidade com Wi-Fi de 5GHz, Bluetooth 5.0, resistência e proteção de poeiras e salpicos.

No fim do dia, o BQ Aquaris X2 Pro é um smartphone excelente para o seu segmento, especialmente se for apontado para os utilizadores que não se importam de não ter um topo de gama, mas que querem ter algo efetivamente bom e atual.

Para este ano, a BQ não se limitou a fazer uma mera revisão dos seus equipamentos. Deu-lhes as devidas atualizações a nível de características, design e funcionalidades que fazem valer, sem dúvida alguma, os 389,90€ pela versão base. Ficámos impressionados.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,251FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Análise – XIII Remake

Um regresso ao passado que desvirtua a memória do jogo original para um lucro rápido da produtora.

Análise – Just Dance 2021 (PS4)

Com as novas consolas aí à porta, Just Dance 2021 chega just in time, para meter a malta a suar sem sair de casa.

Análise – Gears Tactics

A série Gears troca o caos imersivo da guerra na terceira pessoa por batalhas táticas e cerebrais numa nova perspetiva. Mas mantém todos os outros ingredientes que a definem intactos.

Análise – TCL 10 Plus

O TCL 10 Plus acaba, assim, por ser um smartphone mais indicado para um público mais adulto, que não puxe ao máximo por ele.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Algarve distinguido pela 1ª vez como “Melhor Destino de Praia do Mundo”

Depois da distinção a nível europeu, a região recebe agora, pela 1ª vez, o reconhecimento a nível mundial​.

Acabaram-se as pipocas nas salas de cinema

A Direção Geral da Saúde acaba de proibir a venda de produtos alimentares e refrigerantes nos cinemas.

Roaming. Yorn vai dar mais gigas para usar no estrangeiro

Uma boa novidade que a empresa tem vindo a implementar cada vez que começa um novo ano.