fbpx

Alguém se lembrava que o Crash Bandicoot era tão difícil?

Chegou na semana passada às lojas o icónico Crash Bandicoot para a PlayStation 4. Ok, até aí tudo normal. Mas este não é um jogo qualquer. É uma remasterização da trilogia original que saiu para a PlayStation 1. Chama-se Crash Bandicoot N. Sane Trilogy e já está a causar dores de cabeça aos gamers.

Se, tal como nós, és da geração Millennial, certamente irás recordar-te de saltar em cima de caixas e destruí-las, apanhar o máximo de frutas possível, andar em cima de animais, desviar de uma série de obstáculos, entre tantas outras coisas. Aliás, a remasterização é de tal forma fiel que usaram as vozes de atores de outros jogos da série, além de, obviamente, terem mantido o argumento dos jogos originais.

O jogo está a ter um sucesso tremendo, mas também fez regressar más memórias: eram difíceis… mesmo muito difíceis.

Isto dito por alguém com a minha idade pode parecer ridículo, mas com sete ou oito anos era realmente complicado passar os níveis. Pois, 20 anos depois e a dificuldade mantém-se. E eu estou consideravelmente mais velho, mas nem por isso mais habilidoso.

Muitos são os relatos desesperados de jogadores da altura da série original que se queixam da dificuldade extrema do jogo. Para os novos jogadores é a mesma coisa: é muito complicado passar os níveis.

Da minha parte já vos disse o que me ia na alma: via-me grego para passar o raio do jogo. Mas não é por isso que vou deixar de jogar esta remasterização.

Crash Bandicoot N. Sane Trilogy está à venda na PlayStation Store por 39,99€.

Para mais Echo Boomer, segue-nos no FacebookTwitter e Instagram.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,788FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
630SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

- Publicidade -

Mais Recentes