Agora já podemos associar a nossa conta bancária ao Cartão Lisboa VIVA

Finalmente! Após anos em que tínhamos de efetuar um carregamento prévio do nosso título de transporte em Lisboa, fosse passe ou zapping, eis que chega uma nova solução que permite facilitar a vida a muitos utentes. Chama-se Viva Go e permite viajar sem necessidade de pagar antecipadamente.

A solução foi apresentada hoje pela OTLIS e a SIBS, tratando-se de uma nova forma de pagamento da mobilidade segundo um modelo pós-pago, que debita diretamente na conta bancária do titular o valor de cada viagem, apenas e quando efetuada.

Num mesmo cartão Lisboa VIVA, poderá coexistir esta modalidade VIVA Go, para as viagens ocasionais, com os habituais passes ou zapping carregados, funcionando o VIVA Go como alternativa sempre que não existam outros contratos tarifários válidos no tempo e no espaço pretendido. Os sistemas dos operadores darão prioridade aos títulos de transporte destinados a uma utilização frequente, como os passes carregados e não à modalidade VIVA Go.



Para aderir ao serviço, basta efetuar a adesão automática em qualquer caixa Multibanco, associando o cartão bancário ao cartão de transporte Lisboa VIVA.

Atualmente existem 2 milhões de cartões Lisboa VIVA em circulação que podem ser utilizados em 24 operadores de transporte. A modalidade de pagamento VIVA Go poderá ser utilizada nos Operadores CARRIS, CP-Comboios de Portugal, Fertagus, Metropolitano de Lisboa, Metro Transportes do Sul Transtejo e Softlusa.

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,157FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

Já é possível fazer a adesão/renovação dos perfis 4_18 e Sub23 do Cartão Lisboa VIVA

Contudo, é necessária uma deslocação a um Espaço Cliente de modo a concluir o processo.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – Gone Girl

Com um dos melhores argumentos e elencos da década respetiva, Gone Girl não podia ser mais chocante.

Crowdville. A plataforma que paga aos utilizadores por testarem apps e serviços online

Basicamente, estamos a ser pagos para que possamos dar a nossa opinião sobre algo.