Agência Espacial Portuguesa vai ser criada em 2019

A Agência Espacial Portuguesa vai arrancar já em 2019 e terá a sua base na ilha de Santa Maria, nos Açores. Este projeto tem como objetivo inicial o lançamento de pequenos satélites para o espaço.

- Publicidade -

A AEP vai contar inicialmente com 10 funcionários e o seu diretor será escolhido no próximo ano através de concurso público internacional. Até 2024, pretende-se aumentar o staff até às 14 pessoas. “A ideia é ter um custo operacional, com este número de pessoas, entre meio milhão e um milhão de euros, e depois gerir a participação sobretudo em programas europeus”, anunciou o Ministro da Ciência, Manuel Heitor, que assume ainda que é esperado que o orçamento do setor do Espaço aumente de 40 milhões para 400 milhões nos próximos 10 anos e que crie mais de 1000 postos de trabalho qualificado.

Segundo Manuel Heitor, os grandes objetivos da Agência Espacial Portuguesa estão ligados ao mercado de observação da Terra e ao mercado dos pequenos satélites e do seu lançamento. Luís Santos, coordenador da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço, acrescenta ainda que “o papel é dinamizar os projectos do espaço e representar Portugal em organizações como a ESA (Agência Espacial Europeia), o ESO (Observatório Europeu do Sul) e a Eumetsat (rede de satélites metereológicos)”.

Entre as entidades fundadoras estão a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), a Agência Nacional de Inovação, o Ministério da Defesa e a Anacom – Autoridade Nacional de Comunicações, bem como o Governo Regional dos Açores.

Quatro empresas já apresentaram propostas para a instalação e operação da base espacial na ilha de Santa Maria: a MT Aerospace (Alemanha), a Orbex (Reino Unido), o CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (Portugal) e a PLD Space (Espanha). O concurso vai decorrer entre janeiro e fevereiro e as propostas vão ser analisadas entre fevereiro e março por uma comissão Internacional de Alto Nível coordenada pelo antigo diretor-geral da ESA, Jean-Jacques Dordain.

A ilha de Santa Maria está também na rota para o projeto da ESA, Space Rider, que tem como objetivo proporcionar à Europa um sistema de transporte espacial capaz de ir ao espaço e voltar. O projeto ainda está em desenvolvimento, mas a primeira missão está apontada para 2021, descolando da Guiana Francesa e aterrando na futura base de Santa Maria.


 

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

FIC.A. Oeiras vai receber um novo festival que celebra a ciência e o conhecimento

A organização estima receber 40 mil visitantes na sua primeira edição, dos quais metade serão alunos da educação pré-escolar ao ensino superior.

Análise – Razer Anzu

Os Razer Anzu são uma aposta no útil e agradável, que se distancia do mundo do gaming, com algo que pode ser uma bela ferramenta de comunicação dentro e fora de casa.

Xiaomi Mi 11 não vai trazer carregador

Está para começar uma nova era no mundo dos smartphones.

SwatchPAY! já funciona em Portugal

Para já, a parceria de pagamento contactless através da nova linha de relógios é exclusiva da Caixa Geral de Depósitos até 15 de janeiro.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

60.000 jovens vão poder fazer um Interrail gratuito já em 2022

Poderão viajar por um período máximo de 30 dias.

Chegou o trailer oficial da 3ª temporada de You

E muita coisa vai acontecer nos novos episódios. Depois das primeiras imagens e da data de estreia da terceira temporada,...

10.ª edição do Open House Lisboa leva-nos a descobrir “Os Caminhos da Água” com várias visitas gratuitas na capital e em Almada

25 e 26 de setembro são as datas do regresso do incontornável fim de semana de visitas gratuitas que desafia a percorrer e a desvendar a cidade através da arquitectura.