- Publicidade -

Afinal, o que é que se passa com o SixthContinent?

-

Foi em março deste ano que “ensinámos” os leitores do Echo Boomer a ter desconto de 50% na compra de vales CEPSA, Amazon, Media Markt, entre outros. Tudo isso é possível graças ao SixthContinent, plataforma que foi primeiramente divulgada pelo site Poupa e Ganha em Portugal, mas que, nos últimos dias, tem deixado alguma desconfiança nos seus membros.

Como referimos no nosso artigo, a plataforma apresenta-se como uma “rede social económica“, isto é, visa redistribuir pelos membros uma pequena percentagem do valor gasto em compras feitas no SixthContinent. Na prática, e isto é o que realmente interessa, uma parte dos lucros acaba por ir para os membros, pelo que, desta forma, é possível ter os tais 50% desconto. Ou era, pois nos últimos tempos a plataforma tem dado aos utilizadores ganhos mensais bem inferiores relativamente ao que aconteceu no passado.

O SixthContinent virou scam?

Não, longe disso. Pelo menos por enquanto. O problema é que, como referimos, a plataforma já não dá tanto dinheiro aos membros como antes, o que, na prática, impede de alcançar os tais 50% na compra de um vale de 25€, por exemplo.

E como se isto não bastasse, o SixthContinent introduziu nos últimos dias uma obrigatoriedade que deixou os portugueses a torcer o nariz: agora, é necessário ser membro Orange, o que, na prática, significa que se tem de adquirir um cartão de 12/24€ (válido durante 6/12 meses) para que um qualquer utilizador possa continuar a adquirir os vales CEPSA ou IDEA Shopping (que permite trocar por um vale Amazon, entre outros).

Claro, há vales que podemos comprar sem que necessitemos de ser membros Orange, como é o caso dos vales Media Markt, também bastante adquiridos pelos portugueses. Problema? Agora a plataforma dá um prazo de 20 dias úteis para ativar um desses gift cards.



Além disso, a versão portuguesa do site, onde se podem adquirir vários tipos de vales, apresenta gift cards nada adequados ao nosso país, o que demonstra uma profunda falta de conhecimento dos responsáveis pelo nosso país. Por outras palavras, deviam efetuar um estudo de mercado e dos hábitos de consumos dos portugueses e reajustar a oferta.

Então qual é o problema?

Bom, muitos utilizadores estão com receio de que o SixthContinent vire um esquema ponzi, que assenta num princípio de uma falsa sustentabilidade. Ou seja, só funciona quando alguém investe um determinado montante, prometendo lucros/poupanças futuras, nunca chegando realmente a acontecer. Não havendo dinheiro, o esquema rebenta. É simples.

No caso do SixthContinent, muitos utilizadores acreditam que o fundador Fabrizio Politi lhes está a “atirar areia para os olhos”, uma vez que, como pede de momento este cartão Orange para que se possam adquirir gift cards, pode muito bem no futuro inventar mais uma obrigatoriedade qualquer de investimento. Ou seja, se agora pede 12 ou 24€, daqui a uns meses pode, secalhar, pedir o dobro ou triplo do momento. Pode acontecer, como também pode não acontecer, mas a verdade é que os portugueses já ficaram de pé atrás.

Muitos dizem que vão desistir da plataforma. Já outros dizem que vão tornar-se membros Orange e continuar a adquirir os vales, uma vez que não encontram este tipo de poupança em mais lado nenhum.

Há, também, quem diga que a plataforma está com extrema falta de liquidez, daí pedir o investimento aos membros ou criar cartões que prometem dar duas ou três vezes mais que o valor investido em alguns meses (faz lembrar um esquema ponzi, de facto).

Fabrizio Politi, o dono do SixthContinent, que até já deu dois eventos em Portugal, diz que tudo se deve às multicontas. Isto é, há imensos utilizadores a criar diversas contas falsas para que possam comprar mais e mais vales com poupança.

A plataforma só tem a capacidade de fornecer desconto de 50% (ou lá perto) uma vez por mês, ou seja, somente se consegue comprar, por conta, um gift card com desconto. Sabendo disso, os portugueses criam diversas contas para ficar com vales de “reserva”, digamos assim. Há quem junte vales CEPSA para o mês inteiro e abastecer o carro com combustível a metade do preço, há quem reuna vales Media Markt para comprar algo, há quem acumule cartões Amazon… Há um pouco de tudo, pelo que as razões são várias.



Outra das dores de cabeça dos utilizadores está relacionada com a disponibilidade dos vales. Quando se adquire um gift card no SixthContinent, o sistema dá um prazo de x dias úteis para que fiquem disponíveis para download. Ora, como existe muita gente a comprar, estes vales nunca, mas nunca estão disponíveis nos dias supostos. Dão sempre o já conhecido erro “Oops” e isto, lá está, acontece devido à procura massiva.

Com esta novidade Orange, os responsáveis da plataforma esperam que muitas pessoas desistam, o que, possivelmente, pode equilibrar as contas da plataforma e fazer com que os cartões fiquem disponíveis para download quando é suposto.

Nos grupos de Facebook dedicados à plataforma (Sixth Continent Portugal e SixthContinent Portugal – Grupo de Entreajuda), as opiniões são muito distintas, como já demos a entender. Muitos defendem a plataforma e referem que vão ser membros Orange, outros acham que é o princípio do fim do SixthContinent. Fabrizio Polti foi também criticado por ainda não se ter pronunciado, embora tenha dado a entender que esta decisão se deve às multicontas.

- Publicidade -

12 Comentários

  1. Obrigado pela tua análise ao site, eu sou dos que continuo confiante que estamos a atravessar uma fase de acerto, o site está a tentar encontrar a melhor fórmula para Portugal e vai voltar a ser muito vantajoso.

    Até lá fico contente nem que poupe 20% por vale 🙂

  2. Muito bem escrito e bem explicado para que possamos ter alguma confiança no sixcontinent pois é, e provavelmente será uma das melhores formas de poupança mensal.

  3. Eu tenho um vale media markt disponível para download desde o dia 21 de agosto e não consigo fazer download. Dá sempre o tal erro “oops”. Será que vou ficar sem o vale? Já contactei o suporte mas até agora nada resolveram.

  4. Este artigo faz uma análise dos fatos, mas não fala sobre as causas, o SixthContinent teve que modificar as políticas comerciais porque foi vítima de golpes e golpes por alguns usuários, na verdade, enquanto a maioria dos usuários usa o SXC para aumentar seu poder da compra pagando as compras habituais através do sxc, alguns miniranza abusaram e violaram as diretrizes e os Termos e Condições da Plataforma, criando centenas de contas falsas para aproveitar os 10 € de “crédito de boas-vindas” para comprar vouchers de gasolina por 20 euros. Após inúmeras fraudes, o SXC teve que aplicar as alterações. Infelizmente, em todos os continentes, mesmo no sexto, os poucos desonestos prejudicam a maioria.

    • Mr Fabricio Politi, estamos atentos a todas as alterações que têm feito para tornar a plataforma SXC mais segura para todos. Aguardamos o grande lançamento publicitário previsto para toda a Europa e esperamos ter na loja portuguesa Decathlon, Nike, Bitnovo, Ikea, SportWorld24, Spotify e Netflix sem termos que ir comprar nas lojas de Itália ou Espanha. Aumentando as possibilidades de cartões patrocinados, aumenta também o nosso poder de aquisição!

    • A mim isso soa-me apenas a uma desculpa, a Six não é a primeira nem ultima nem única plataforma a oferecer bónus de Boas vindas, essa parece-me a desculpa de quem tenta descartar alguma coisa. Basta puxar um bocadinho pela cabeça para conseguir evitar possíveis fraudes ou abusos (Ou a grande maioria delas). Esta sua resposta a mim apenas me deu mais a entender que alguma coisa se passa de errado, mais uma vez tecnologicamente é fácil ultrapassar essa desculpa que dá.

    • Pena ele não vir responder pelos vales que estão em oops da MM e que foram comprados com o aumento para 20 dias a vontade do senhor o dinheiro tá do lado de lá a ganhar juros e o resto são balelas.

      • Exato estou ha mais de 15 dias a aguardar pelo vale cepsa.
        Cheira-me que isto vai rebentar breve e eu a arder com o cartao orange e com um vale.

  5. Não me parece que o Sixthcontinent esteja a ter uma postura correta.
    Iludiram-nos com o orange, quem queria comprar vales CEPSA foi obrigado a comprar.
    Gastei 24€ para ter Orange, e ainda nem meio ano passou e já não obtenho vantagem nenhuma.

    A maioria dos vouchers agora só desconta 0,50€, seja em que país for.
    Só 2 ou 3 é que descontam o valor total.
    O valor que recebemos por entrar todos os dias também é uma vergonha agora.

    O vale cepsa de 50€ retribui 0,50%… simplesmente ridículo! E do saldo que tenho, só desconta 0,50€.

    Como ficam os clientes que investiram do seu dinheiro e agora não vêem retorno?

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos nas redes Sociais

9,830FãsGostar
4,011SeguidoresSeguir
481SeguidoresSeguir
- Publicidade -

Mais Recentes

Perfumes & Companhia está a dar vouchers a quem reciclar

Mas para isso é preciso seguir alguns passos.

Crítica – 1917

Sam Mendes traz a sua visão singular a este épico sobre a Primeira Guerra Mundial, 1917. Num filme destinado a ser visto no maior e melhor ecrã possível.

Nova versão do tema “Partilhar”, de Rubel com AnaVitória, é um sucesso na Internet

De um lado, um dos mais aclamados cantores e compositor da nova música popular brasileira; do outro, uma dupla vencedora de um Grammy Latino. Falamos de Rubel e AnaVitória, que se juntaram para uma nova versão do tema "Partilhar".

McDonald’s e Burger King vão abrir restaurantes na Nazaré

Ambas as empresas têm atualmente a decorrer processos de licenciamento na Câmara Municipal da Nazaré, pelo que os restaurantes deverão abrir antes do verão.

Clientes CGD passam a pagar taxas por transferências MB Way

A partir de hoje, sábado, dia 25 de janeiro, as operações realizadas por clientes CGD através do serviço da SIBS passam a ser taxadas.
- Publicidade -