A mítica herança cultural que Da Vinci deixou à humanidade

Leonardo di Ser Piero da Vinci, eternizado como Leonardo da Vinci, nasceu a 15 de abril de 1452 na Itália.

Leonardo di Ser Piero da Vinci
Foto: Getty Images

Expoente máximo do período do Renascimento – correspondente à transição da Idade Média para a Modernidade –, Da Vinci deixou uma profunda herança aos ramos da arte e da ciência que perdura até os dias de hoje. 

Conhecido sobretudo pelo seu papel na História da Arte, Leonardo da Vinci exerceu uma influência assinalável em diversas áreas do conhecimento. Para além da pintura, da escultura e até da arquitetura, Da Vinci foi engenheiro, matemático, fisiólogo, botânico, geólogo, químico, cartógrafo, físico, mecânico, inventor, músico, poeta e escritor, isto para elencar apenas algumas das áreas às quais esteve associado ao longo da sua vida, que terminaria aos 67 anos, em 1519, na França. Da Vinci foi um autêntico homem do Renascimento devido ao seu elevado conhecimento e envolvimento em diversas áreas. 

A herança de Da Vinci é uma das maiores da história da pintura. As suas obras marcaram um período na História da Arte e assumiram uma dimensão intemporal que perdura e inspira milhares de artistas e cativa até mesmo quem não está diretamente envolvido na área de produção artística. Embora o seu legado esteja relacionado também com muitas outras vertentes, como já mencionado, as próximas linhas vão ser dedicadas a algumas das principais pinturas da autoria de Da Vinci.

Obras

A obra Mona Lisa (ou Gioconda) é uma das mais conhecidas da História da Arte e indissociável da imagem de Da Vinci. É, provavelmente, a obra mais conhecida do polímata e está exposta no Museu do Louvre, em Paris. A obra terá sido adquirida por Francisco I, rei de França que governou os destinos da nação entre 1515 e 1547. Pintada a óleo sobre madeira, a história tem vindo a suscitar informações contraditórias em relação à identidade da mulher representada. Se Mona Lisa é uma obra sobejamente conhecida em todo o mundo, o mesmo se poderá dizer de A Última Ceia, pintura que consta na parede do refeitório do Convento de Santa Maria Delle Grazie, em Milão. A pintura representa, tal como o próprio nome indica, a última ceia entre Cristo e os seus discípulos. Por ter sido elaborada com uma técnica de têmpera de óleo ao invés de têmpera de ovo, a pintura ficou bastante degradada logo após ter sido finalizada.

Também bastante mediática é a obra Homem Vitruviano, um desenho em que dois corpos masculinos se encontram sobrepostos com braços e pernas separados dentro de um círculo integrado num quadrado. Os especialistas consideram que se trata de um estudo de propoções em perfeita justaposição entre ciência e arte, e a verdade é que se tornou intemporal. 

Influente até os dias de hoje

A influência de Da Vinci foi tal que são vários os estudiosos e curiosos sobre o seu trabalho em diversas áreas, mesmo nos dias que correm. Para além de estudos académicos sobre a sua vida e obra, também em campos como a literatura e o cinema é notória a influência de Da Vinci, tanto na vertente de realidade quanto na de ficção. Em 2019, para comemorar os 500 anos da sua morte, foi exibido nos cinemas italianos o filme Io, Leonardo. Uma década antes, Dan Brown inspirou-se na obra Mona Lisa para escrever o policial/thriller Código da Vinci. A indústria do entretenimento também festeja Da Vinci de outras formas, visto que a influência do polímata também chegou ao setor de iGaming, que fornece opções para jogos de sorte baseados na sua obra. O merchandising associado à pessoa e à obra de Da Vinci continua a ser muito procurado por admiradores de todas as partes do mundo, bastando uma rápida pesquisa para aferir a quantidade de opções disponíveis. 

Para quem for um verdadeiro admirador de Leonardo da Vinci, uma viagem até França poderá contemplar uma visita ao château de Clos Lucé, a última casa em que o artista renascentista residiu, situada no Vale do Loire. Consta que o château tenha sido inaugurado no ano de 1106 e que Da Vinci terá residido no local entre 1516 e 1519, data que fica para a história como o dia da sua morte.

Tendo sido uma das figuras mais influentes para o aumento do conhecimento que a humanidade tem hoje, Da Vinci é constantemente celebrado. Seja por meio das suas descobertas, que continuam a gerar frutos para a evolução humana, ou por meio de obras que se inspiram no artista, a verdade é que Da Vinci está imortalizado por conta das inúmeras contribuições que ofereceu a todos nós.

Sigam-nos

12,293FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
653SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Casa de Pedra do Parque da Bela Vista vira restaurante. Mas para já só funciona através da Uber Eats

Sim, estamos a falar do espaço utilizado pela organização do Rock in Rio Lisboa para alguns eventos.

Fã Pack exclusivo FNAC do 24º MEO Sudoeste já à venda

Estão também à venda packs FNAC para o Sumol Summer Fest e Super Bock Super Rock.

Reino Unido aprova dispositivo que faz teste à COVID-19 em 15 minutos

Foi criado especificamente para a indústria do entretenimento ao vivo.