Vem aí um livro dedicado aos fenómenos do Entroncamento

Muitos não sabem, mas foram acontecimentos como uma lebre alimentada a biberão, um melro branco, um cão que falava, entre muitos outros, que deram origem à expressão Terra dos Fenómenos. Este é um ex-libris que perdura até aos dias de hoje através dos textos dos jornalistas Eduardo O. P. Brito e Antero Fernandes, perpetuados nos desenhos gravados na louça, em peças de vidro e cerâmica, graças ao génio empreendedor de António Carloto.

- Publicidade -

Agora, vem aí um livro que vai reunir muitos desses acontecimentos.

Chama-se Fenómenos do Entroncamento – A História das Estórias e vai explicar como surgiram os primeiros fenómenos no Entroncamento, na década de 50 do século XX. Os relatos e as notícias, que se tornaram virais a nível nacional e nos EUA, garantiram fama mundial numa época em que as redes sociais eram simplesmente as tertúlias, as conversas de café e os jornais em papel.

Esta obra contou com a colaboração de Manuela Poitout e de Manuel Fernandes Vicente, coordenação de Paula Carloto de Castro e tem o apoio da Câmara Municipal do Entroncamento.

Este livro vai ser apresentado no dia 30 de novembro, pelas 18h, no renovado Cineteatro S. João, no Entroncamento. O anfitrião da apresentação será o ator Carlos Cunha, dos Commedia a La Carte. Além disso, será ainda apresentada uma canção inédita, assinada por Pedro Dionísio, bem como o respetivo videoclipe, que conta a história das estórias dos Fenómenos do Entroncamento através da música.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

CP apresenta a sua nova loja no Entroncamento

Mas ainda não está finalizada.

Burger King abre restaurante no Entroncamento

Esta abertura representa a criação de cerca de 25 novos postos de trabalho diretos.

Glovo chega a Torres Novas e ao Entroncamento

Há uma nova opção de entrega de refeições (e não só) ao domicílio nas cidades.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Reportagem North Music Festival (Dia 2): Poucos mas bons na exaltação poética de Capicua

É verdade que foi um dia com pouca afluência, mas pelo menos estava um tempo maravilhoso.

Portugália vai regressar a Setúbal, mas em versão balcão

Passa de um restaurante isolado para uma loja no Alegro Setúbal.

12 antigas estações ferroviárias vão ser requalificadas e valorizadas para fins turísticos

10 no distrito de Bragança e duas no distrito de Viana do Castelo.