Seis filmes coreanos para assistir durante o confinamento

Ainda se lembram dos Óscares de 2019? Parasite arrecadou quatro Óscares e trouxe, novamente, o cinema coreano para a ribalta.

filmes coreanos
Foto de: Myke Simon (Unsplash)
- Publicidade -

Numa altura em que a pandemia obriga os portugueses a um novo confinamento, apresentamos uma seleção de seis filmes coreanos lançados em 2020 para que possam ocupar os vossos tempos livres à frente do ecrã.

Time to Hunt

Três jovens, desesperados por dinheiro, planeiam um golpe numa casa de jogos local. Entram, gesticulam com uma ou duas armas e pegam o dinheiro – simples, certo? Bem, não exatamente.

A ação decorre numa Coreia distópica, onde as drogas e as armas estão na ordem do dia, com o filme a, eventualmente, revelar as consequências do roubo. O grupo tem um assassino no seu encalço que procura a vingança do roubo. Porém, ele não procura o dinheiro. Sem saber, os jovens roubaram um monte de gravações que têm grande valor para determinadas pessoas.

Time to Hunt (Hora de Caça em português) é um thriller repleto de ação, com muitas voltas e reviravoltas ao longo do caminho. A estreia do filme ocorreu no 70º Festival Internacional de Cinema de Berlim e foi o primeiro filme coreano na história a aparecer na secção especial da Berlinale. Uma conquista impressionante!

The Man Standing Next

Baseado no escândalo político Koreagate, este drama mostra membros da KCIA num jogo político para chegar ao poder. Lee Byung-hun – alguns fãs devem lembrar-se das suas apostas altas em grandes casinos – assume riscos calculados no papel do protagonista Kim Gyu-pyeong, ao lado de Lee Sung-min, que representa o presidente Park.

Os fãs de séries ao estilo de House of Cards vão adorar as intrigas e tramas, bem como algumas das atuações excelentes de The Man Standing Next. A qualidade do filme reflete-se na conquista de quatro prémios nas cerimónias de Chunsa e Baeksang e as receitas de bilheteira ultrapassaram os 30 milhões de dólares americanos. Ao realizador Woo Min-ho augura-se um futuro promissor… quanto a vós, porque não dispensar duas horas neste confinamento para ver este filme?

Steel Rain 2: Summit

O que aconteceria se três líderes mundiais fossem sequestrados pela mesma ‘quadrilha’? Este é o ponto de partida de Steel Rain 2: Summit, o sucessor de Steel Rain.

Os dois atores principais da primeira longa-metragem mantêm-se no elenco. Porém, desta vez eles trocam de lado: Jung Woo-sung interpreta um sul-coreano e Kwak Do-won representa o seu homólogo norte-coreano. O que se segue é o caos, com muita ação, gritos e ainda mais ação.

Embora o enredo possa parecer um pouco irreal, os espectadores são convidados a assistir a uma aventura repleta de excelentes atuações.

Heaven: To the Land of Happiness

Quando Im Sang-soo iniciou este projeto, o realizador originalmente pretendia que este filme fosse um remake de Knockin ‘on Heaven’s Door, um filme alemão da década de 90. No entanto, após algum tempo, decidiu mudar o enredo e fazer o seu próprio guião, resultando num filme completamente diferente.

O resultado são 100 minutos divertidos com dois homens a embarcarem na busca pela felicidade. Choi Min-sik tem um papel de destaque e presenteia os fãs com mais uma excelente atuação após o seu sucesso em Forbidden Dream.

O filme foi exibido no Festival de Cannes 2020, onde recebeu ótimas críticas – sempre um bom sinal de que é um filme que merece a nossa atenção!

Hero

Hero é um conto que gira em torno do movimento da independência coreana e mostra a situação de An Jung-Geun, um lutador pela liberdade que tem um memorial em seu nome, e Seol-Hee, uma ex-dama de companhia da Rainha Myeongseong. Ambos contribuem para a causa de uma maneira especial, culminando num final emocionante.

Uma vez que o filme é uma adaptação de um musical de palco, a música desempenha um papel importante e a maior parte das cenas é acompanhada por uma banda sonora portentosa. O filme baseia-se em eventos históricos, o que torna a história ainda mais impressionante e vos fará torcer ainda mais pelas personagens do filme. Recomenda-se a sua visualização, sem dúvida alguma.

The Closet

Ha Jung-woo não é propriamente conhecido pelos seus papéis em filmes de terror. A carreira do ator, nascido em Seul, abrange vários géneros, incluindo ficção, comédia romântica e thrillers – contudo, filmes de terror nunca foram a sua praia.

The Closet foi um ótimo filme para Jung-woo estrear-se nesta categoria. Quando a filha da sua personagem (Sang-won) desaparece sem qualquer aviso, ele aproxima-se de um homem estranho que afirma estar na posse das respostas para tal mistério. E assim começa uma montanha-russa de emoções e terror quando a busca começa.

A CJ Entertainment e Jung-woo estão a demonstrar ser uma grande equipa após o grande sucesso de Ashfall (2019). The Closet veio confirmar que os prémios de Ashfall não foram um acaso.

Agora, com a necessidade de confinar para combater a pandemia, podem aproveitar o tempo livre e pôr o cinema coreano em dia. A tradição do grande cinema coreano está bem viva e promete continuar a surpreender!

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

Governo estende as medidas atualmente em vigor por mais 15 dias

"Este infelizmente ainda não é o tempo do desconfinamento", frisou o primeiro-ministro, António Costa, após mais uma reunião do Conselho de Ministros.

Atual nível de confinamento vai manter-se, pelo menos, durante mais duas semanas

Para António Costa, este "não é momento para começar a discutir desconfinamentos, totais ou parciais".

Governo renova Estado de Calamidade em todo o país até 15 de novembro

E algumas medidas especiais foram alargadas a outros concelhos.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes