46 Lisboa. Casual food, bar e impacto consciente, tudo num único local

O 46 Lisboa tem novas propostas para conviver, comer, beber, sonhar e criar.

- Publicidade -

Da próxima vez que forem a Lisboa, ou se viverem na cidade e estiverem a pensar no spot indicado para passar algum tempo, lembrem-se do 46 Lisboa. O espaço, peculiar e descontraído, não só tem uma nova carta, como aposta em outros projetos, desenhados para despertar os sentidos. No fundo, pretende-se proporcionar uma experiência sensorial e imersiva, onde se cruzam diversas formas de expressão artística e cultural.

Primeiro que tudo, o menu. A ementa é feita exclusivamente a partir de ingredientes biológicos, de fornecedores locais, e apresenta novas opções vegetarianas e vegan, como é o caso da Burrata Trufada (12€), com trufas, pesto, tomate cherry e azeite bio; a Sopa de Tomate (9€) com ovo escalfado; os Dumplings Vegetarianos (12€); os raviolis Girasoli de Gongonzola e Pêra (12€); e ainda os vegan Tacos Chilli Beans (11€), com tzatziki, pickle de cebola roxa e feijão.

Mas também há outras coisas, como Ostras com molho vinaigrette (quatro unidades, 10€) ou o Raclete de Batata-Doce (13€), que utiliza cebola confitada, presunto pata negra e rabanetes. O menu vai alternando, o que garante sempre novas surpresas a cada nova visita.

Já na carta de bebidas há champanhe, espumante, espirituosas, cocktails com e sem álcool, kombucha vegan, vinhos naturais e biológicos com castas únicas e ainda cerveja, neste caso envolvida numa manga de papel reciclado polvilhada com sementes de hortelã para levar para casa e semear.

Mas para além da componente gastronómica, há outras coisas onde o 46 Lisboa promete destacar-se. É o caso dos 46 x Takeovers, o 46 x Social Club, o 46 x Green Club, o 46 x Social Food e 46 x Social Creators.

  • 46 x Takeovers: Convida à ocupação do espaço por plataformas, pensadores, projetos e todos os sonhadores interessados. No fundo, servindo como espaço para eventos;
  • 46 x Social Club: A lógica é parecida ao 46 x Takeovers, mas neste caso para dar palco a músicos dos mais variados quadrantes, em formato de residência;
  • 46 x Social Food: Convida clientes, conhecidos, curiosos e amantes da gastronomia a criar menus de degustação e reunir os amigos à volta das sensações e dos sabores. É um projeto comunitário de culinária;

46 x Social Creators: Designers, artistas, artesões e criadores de moda com consciência e impacto social, local e global, são convidados a produzir obras que respeitem o pantone do bar, a fim de serem expostas no mesmo;

  • 46 x Green Club: Integra a cultura plant-based com música, sendo a primeira interpretação em Lisboa da emergente vaga conscious clubbing. Acontece aos sábados de manhã, entre as 11h e as 15h, cruzando DJs e música ao vivo com comida vegetariana e vegan. Requer reserva.

Como devem ter percebido, o 46 Lisboa acaba por ser uma espécie de lugar perfeito para reunir os amigos, ouvir música com o conforto e a intimidade que se teria em casa, experimentar novos sabores, degustar um bom vinho, beber um cocktail inspirado, comprar roupa e outras peças produzidas de forma sustentável e permanecer a salvo do burburinho da cidade.

Localizado no nº46 da Praça das Flores (daí o nome) e com 20 lugares sentados no interior, o 46 Lisboa está aberto de terça-feira a sexta-feira entre as 18h e as 23h e ao sábado entre as 11h e as 15h e as 18h e as 23h.

- Publicidade -

Deixa uma resposta

Introduz o teu comentário!
Introduz o teu nome

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

O novo hambúrguer da Burger Wheels é de comer e chorar por mais

Não só já provámos, como até repetimos.

Blade of Darkness – À lei da espada

Um regresso ao passado competente que merecia algumas melhorias na jogabilidade.