fbpx

Viajar na Free Now ficou mais barato (na opção Ride Eco)

E não só o cliente paga menos, como os motoristas também têm uma redução na comissão.

no caminho

A partir de hoje, a opção Ride Eco na app Free Now, que permite que sejamos transportados em carros elétricos, está mais barata, tanto em Lisboa como no Porto.

As tarifas aplicadas na opção Ride Eco passam a ser cerca de 8% mais baratas do que a tarifa normal (valor variável entre 8 e 10% dependendo da duração e distância da viagem), abrangendo a frota TVDE FREE NOW de carros ecológicos e com motores amigos do ambiente.

A empresa baixa também a comissão dos motoristas, que passa de 15% para 13,5%, nesta opção, ficando acima de metade dos valores praticados no mercado.

Recorde-se que a Free Now passou a integrar a Kapten e Hive na sua plataforma, sendo a única empresa de mobilidade a operar em Portugal que integra quatro opções numa só app: TVDE, táxi (também com uma tarifa fixa na opção Lite, dentro das cidades de Lisboa e Porto), bicicletas e trotinetes elétricas.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,778FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
628SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Programa de fidelização da Free Now está finalmente disponível

Mas infelizmente confirma-se algo que já suspeitávamos: não é possível acumular créditos.

FREE NOW finalmente disponível no Algarve

Foi preciso a Kapten juntar-se à Free Now para ficar disponível na região sul do país.

Já podemos fazer viagens em veículos TVDE na Free Now

Táxis, TVDE, trotinetas e bicicletas. Tudo na mesma app. Mas será isso realmente positivo?

Free Now. Utilizadores vão pagar mais por quilómetro em viagens de longa distância

É amanhã que começa a aventura na Free Now. E já temos novidades.
- Publicidade -

Mais Recentes

Celebra o aniversário do Batman com o LEGO do seu Batwing

O novo set de coleção é inspirado no icónico veiculo do filme de 1989.

Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apostar em água reutilizada para lavar as ruas e regar espaços verdes

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou a proposta para a construção da Rede de Água Reutilizada de Lisboa na Zona Ribeirinha e Bairro Alto.