Uber Eats vai ter opção de recolha para os clientes?

A confirmar-se, esta será uma opção estranha para implementar…

Uber Eats
- Publicidade -

Desde sempre que o intuito da Uber Eats tem sido este: o utilizador opta por um restaurante, escolhes os pratos, paga a encomenda e, no final de tudo, só tem de esperar que a refeição seja entregue em casa. Mas e se vos dissermos que, em breve, também os clientes poderão eles próprios recolher as encomendas?

Como costumamos utilizar a Uber Eats regularmente, facilmente damos de “caras” com novidades. E uma delas deixou-nos bastante curiosos.

Se repararem na primeira imagem aqui em baixo, notam que existe a opção “Recolha”. E por recolha pressupõe-se que seja o próprio cliente a levantar a encomenda. Neste caso, seremos nós, utilizadores, a fazer o pickup da refeição.

Já se repararem na segunda imagem, notam que todos os restaurantes apresentados surgem em branco, vazios, quase como se fosse falha de ligação à Internet. Mas não, a nossa ligação estava ótima, pelo que tal página parecia não estar finalizada.

Adicionalmente, quando carregámos nos vários restaurantes, reparámos que, apesar de estarmos na opção “Recolha”, surgia na mesma a taxa de entrega, o que não faz qualquer sentido.

O mais estranho? Experimentámos desinstalar a app, reinstalando em seguida, e adivinhem: a opção de recolha pura e simplesmente desapareceu.

O nosso palpite é que, por algum motivo, a nossa conta apresentou uma função que ainda não está finalizada, daí o facto daquela página que podem ver aqui em cima não apresentar as imagens dos restaurantes.

Mas analisemos esta nova funcionalidade. A concretizar-se, poderá, de facto, dar jeito em algumas situações, como por exemplo termos um restaurante mesmo ao pé da nossa casa e irmos lá levantar, evitando pagar 1,90€ ou 2,90€ de taxa de entrega.

Porém, e para que a Uber Eats possa ter lucro e pagar aos estafetas, os produtos apresentados na app são todos mais caros do que se fossemos diretamente ao restaurante encomendar algo ou ligássemos para o estabelecimento a fazer uma encomenda.

Portanto, a questão é: ao apresentar a opção de recolha, não existem grandes motivos para utilizar a Uber Eats. Não só tudo é mais caro, como o propósito do serviço perde-se um pouco. Não nos esqueçamos que o funcionamento base da aplicação é a opção delivery, e é precisamente para isso que a Uber Eats existe.

O conhecido serviço da Uber somente funciona para restaurantes que trabalham também para takeaway, pelo que é necessário que, se esta novidade avançar, a Uber Eats baixe nos preços praticados.

- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

Uber Eats chega a Azeitão, Sesimbra, Peniche, Sines e Aveleda

Atualmente, o Uber Eats cobre mais de 70% da população portuguesa, estando disponível em mais de 80 cidades nacionais.

Uber Eats aumenta taxa de entrega ao domicílio

No fim de tudo, é cada vez mais caro utilizar a aplicação.

Há novidades exclusivas da Häagen-Dazs na Uber Eats

Não só existem dois kits exclusivos, como existem novas e mais opções para fazer as delícias dos fãs da marca.

Ameaça Vegetal. Há um novo restaurante virtual flexitariano no Uber Eats

A nova proposta gastronómica de Diogo Noronha ameaça conquistar Lisboa.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio de França com furos na estratégia da Mercedes

A Fórmula 1 voltou ao circuito Paul Ricard com a edição de 2021 do Grande Prémio de França e, se durante os treinos e qualificação, ficou a ideia que os Pirelli podiam sair furados novamente, afinal foi a estratégia da Mercedes que saiu feita em pedaços. No fim, quem festejou foi a Red Bull: vitória de Max Verstappen e 3º lugar para Sergio Pérez.

Mais antiga praça de touros de Portugal dará lugar a um centro cultural

O projeto é da Zaratan, uma associação de arte arte sediada em Lisboa.

Rede regional dos Açores vai ter nove novos percursos pedestres

Os municípios e juntas de freguesa têm agora 12 meses para implementar os traçados aprovados.