Como a tecnologia está a revolucionar a indústria de jogo online

Até há bem pouco tempo, a única forma de jogar jogos de apostas era fazê-lo pessoalmente, num casino, ou com amigos, ainda que ilegalmente. E assim foi durante os aproximados 150 anos de história do jogo moderno.

indústria de jogo online

Mas, numa Europa e Estados Unidos rapidamente industrializados, pelo menos há 150 anos, a tecnologia fez evoluir a indústria do jogo e, na década de 1890 começaram a surgir as primeiras slots, de acordo com a Wikipédia.

Agora, num mercado global cada vez mais competitivo, onde mais e mais pessoas têm acesso à Internet, a audiência dos jogos de casinos online, ou “iGaming” (abreviatura em inglês para “Internet Gaming”), é cada vez maior, pelo que os operadores e fornecedores de sistemas têm de conseguir responder constantemente ao nível da procura.

Na Internet, é tão fácil sair como entrar, o que exige ainda mais competência na competitividade dos casinos e serviços online. No site Casino Online Portugal, a plataforma dá mais detalhes sobre os melhores casinos atualmente em Portugal.

Mas afinal o que é “iGaming” ou jogo online?

Como o nome indica, o iGaming trata-se de qualquer jogo de apostas (ou jogo de azar) que se possa jogar online. Ao início, isto resumia-se a slots, fáceis de imitar num website, tendo depois evoluído para jogos mais tradicionais em “multiplayer” (com vários jogadores) e, finalmente, para estúdios e sites com o chamado jogo “Live Dealer”, onde o crupiê, ou “dealer”, é uma pessoa real que o jogador pode ver e com a qual pode interagir em direto, como se se tratasse de uma espécie de casino virtual.

Este tipo de jogo ultrapassa os problemas tradicionais de lotação de espaço e afins. Caso pretendam saber mais, Martim Nabeiro, o perito na indústria do jogo em Portugal, analisa os melhores casinos online legais no site que listámos no início.

A questão do jogo online em Portugal

Não é nenhuma surpresa que, para os portugueses, a revolução tecnológica demorou a alastrar-se pelo país. Ainda hoje é do conhecimento comum que imensas casas não possuem acesso à Internet, graças principalmente a impedimentos financeiros. Contudo, Portugal tem evoluído na adesão à tecnologia, e isto não é diferente com o jogo online.

A comunidade de apostas online evolui todos os dias e aproveita-se de um público que, nos últimos anos, tem tido mais e mais acesso à Internet, e também a dispositivos móveis. Empresas de casinos em Portugal, muitas vezes estrangeiras, também se aproveitam do gosto que o país tem pelo desporto, e pelo futebol em particular, fazendo uso de apostas de futebol online.

indústria de jogo online

Os limites alargados da indústria iGaming

Como já dissemos antes, os jogos online muitas vezes não se restringem com as limitações físicas do jogo presencial. Desta noção nasceram milhares de jogos copiados de versões físicas, que adicionam uma mecânica ou conceito diferentes, e até se podem tornar o seu próprio jogo. Um exemplo a considerar é o “Quantum Blackjack”, onde uma mecânica de “multiplicadores quânticos” pode significar pagamentos colossais comparados com a variante tradicional do jogo.

No caso das slots, as versões online tendem a ter vantagens relacionadas com o número de pessoas online numa dada sala de jogo, onde o chat é encorajado e, por vezes, há mecânicas onde, se um jogador tiver uma combinação vitoriosa no seu slot, o prémio é dividido por todos os jogadores presentes.

Por fim, um dos aspetos mais interessantes em jogos com “live dealer” é o possível abandono de conceitos tradicionais de jogos de cartas, e a introdução de jogos clássicos que tipicamente não são usados em apostas, como o Monopólio.

Qual é a “próxima paragem” para o jogo online?

A tecnologia global ainda não parou de evoluir. Ainda não deixámos de estar num boom tecnológico há já uns bons 70 anos e o mais provável é que isso não mude durante muito tempo. O que isto significa é que a indústria iGaming terá as mãos cheias para tentar evoluir juntamente com os tempos, e a base de clientes não só não vai parar de crescer, como também se tornará mais exigente à medida que o mundo das apostas muda para a vertente virtual.

Um exemplo destas exigências é a transição para VR (realidade virtual) ou AR (realidade aumentada). Através de um dispositivo tipo viseira, será possível experienciar casinos quase como ao vivo, e essa realidade não está longe. De acordo com a CNBC, estima-se que, até 2021, a indústria de apostas aumente a receita em 800% através da realidade virtual.

Conclusão

Concluindo, se são fãs do jogo online, preparem-se. Os melhores dias ainda estão para vir, e a cada dia que passa a indústria evolui mais. O atual infortúnio global prova ser um feliz acaso para uma indústria que floresce com milhares, se não milhões de utilizadores online todos os dias. O jogo online está a adaptar-se a todas as situações e podem segui-lo no vosso telemóvel, jogar com desconhecidos e, em breve, poderão “viver” a experiência sem sequer sair de casa com o VR.

Sigam-nos

10,851FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
632SeguidoresSeguir

Relacionados

Crítica – On the Rocks

On the Rocks não parece um filme, mas sim uma história real com pessoas reais… pelo menos até ao terceiro ato.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Crítica – On the Rocks

On the Rocks não parece um filme, mas sim uma história real com pessoas reais… pelo menos até ao terceiro ato.