Sequela de Bird Box já está a ser preparada

O filme de 2018 é um dos originais de maior sucesso da Netflix.

de Bird Box
- Publicidade -

Foi em 2014 que surgiu o livro de Bird Box, história que viria a ser adaptada para filme quatro anos depois graças à Netflix. E ainda bem que a plataforma de streaming o fez, tendo-se tornado num dos filmes de maior sucesso do serviço.

Pois bem, as audiências agradaram tanto aos responsáveis da Netflix que, sabe-se agora, está a ser preparada uma sequela. A confirmação foi dada por pelo escritor do livro, Josh Malerman, que, em entrevista ao site americano Inverse, afirmou que o mesmo estava em desenvolvimento.

Temos uma certeza, para já. É que existe um segundo livro. Chama-se Malorie, passa-se 12 anos após os acontecimentos da história original e foi lançado no final de 2019, pelo que a sequela de Bird Box será baseada nesse mesmo livro. Durante esse período, não só as crianças mudaram, mas também as criaturas, que ficaram ainda mais assustadoras.

De resto, isto é tudo o que sabemos sobre esta continuação, pelo que nem sequer a presença de Sandra Bullock está assegurada.

Fonte:Inverse
- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

“Bird Box” dá origem a um desafio perigoso na Internet e a Netflix não gostou

Estreou no passado dia 21 de dezembro e, na primeira semana, mais de 45 milhões de contas transmitiram o...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Fórmula 1 – Grande Prémio de França com furos na estratégia da Mercedes

A Fórmula 1 voltou ao circuito Paul Ricard com a edição de 2021 do Grande Prémio de França e, se durante os treinos e qualificação, ficou a ideia que os Pirelli podiam sair furados novamente, afinal foi a estratégia da Mercedes que saiu feita em pedaços. No fim, quem festejou foi a Red Bull: vitória de Max Verstappen e 3º lugar para Sergio Pérez.

Mais antiga praça de touros de Portugal dará lugar a um centro cultural

O projeto é da Zaratan, uma associação de arte arte sediada em Lisboa.

Rede regional dos Açores vai ter nove novos percursos pedestres

Os municípios e juntas de freguesa têm agora 12 meses para implementar os traçados aprovados.