fbpx

Praias reabrem a 6 de junho. Já conhecem as regras de acesso?

Vão existir semáforos para controlar entradas e há uma distância mínima entre toalhas e chapéus-de-sol. Atividades desportivas estão proibidas.

as praias

Estão com saudades de ir à praia? Pois bem, é já a 6 de junho que poderão ir novamente aos areais. Mas com regras. E muito apertadas.

As regras podem ser lidas neste documento ou, se quiserem, aqui em baixo:

Utilização do areal:

  • Distanciamento físico de 1,5 metros entre pessoas (que não façam parte do mesmo grupo);
  • Afastamento de 3 metros entre chapéus de sol, toldos ou colmos;
  • Afastamento de 1,5 metros entre limites das barracas;
  • Possível alargamento excecional da área concessionada;
  • Interditas atividades desportivas com duas ou mais pessoas (exceto atividades náuticas, aulas de surf e desportos similares).

Toldos, colmos e barracas:

  • Em regra, cada pessoa ou grupo só pode alugar de manhã (até 13h30) ou à tarde (a partir das 14h);
  • Máximo de 5 pessoas por toldo, colmo ou barraca.

Estado de ocupação:

  • Estado de ocupação anunciado através de sinalética tipo semáforo:
  • Verde: ocupação baixa (1/3)
  • Amarelo: ocupação elevada (2/3)
  • Vermelho: ocupação plena (3/3)
  • Informação atualizada de forma contínua, em tempo real, designadamente na app ‘Info praia’ e no site da APA na internet;
  • Interdito o estacionamento fora dos parques e zonas de estacionamento ordenado.

Regras de circulação:

  • Sentido único de circulação com distanciamento físico de 1,5 metros;
  • Podem ser definidos corredores de circulação, paralelos e perpendiculares à linha da costa.

Bares, restaurantes e esplanadas:

  • Higienização regular dos espaços (mínimo: quatro limpezas diárias);
  • Limitação da capacidade, nos termos aplicáveis à restauração;
  • Possível reorganização das esplanadas para assegurar distanciamento de segurança.

Venda ambulante:

  • Uso obrigatório de máscara e viseira pelo vendedor nos contactos com os utentes;
  • A circulação dos vendedores ambulantes deve fazer-se com distanciamento físico e, preferencialmente, pelos corredores de circulação.

Equipamentos:

  • Interdito o uso de gaivotas, escorregas ou chuveiros interiores;
  • Chuveiros exteriores, espreguiçadeiras, colchões ou cinzeiros de praia devem ser higienizados diariamente ou sempre que ocorra a mudança de utente.

Deveres gerais dos utentes:

  • Evitar o acesso a zonas com ocupação elevada ou plena;
  • Proceder à desinfeção regular das mãos e obrigatoriamente na chegada à praia;
  • Assegurar o distanciamento físico de segurança na utilização da praia e no banho.

Regras gerais:

  • Possibilidade de interdição da praia, por motivo de proteção da saúde pública, em caso de incumprimento grave das regras pelas concessionárias ou pelos utentes.

De resto, deverão fazer download da app Info Praia que dará a informação sobre a ocupação e se ainda é possível ir a essa praia.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,779FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
629SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Praias de Albufeira vão ter espetáculos aéreos durante uma semana

A iniciativa dá pelo nome da Albufeira Esta é a Praia e surte por parte dos mesmos produtos do Albufeira Carpe Nox.

Portugal tem 68 praias com distinção “ZERO poluição”

Torres Vedras com dez praias e Peniche e Angra do Heroísmo com cinco são os concelhos líderes.

Agentes turísticos do Algarve já têm manual de boas práticas que devem seguir à risca

O documento, dirigido aos agentes turísticos, pretende reforçar a segurança do destino e a confiança de turistas.

Já sabemos como vão ser os semáforos que vão estar instalados nas praias

Diversas entidades municipais estão a adquirir este produto 100% nacional.
- Publicidade -

Mais Recentes

Bosch tem aquele que diz ser o teste de PCR mais rápido do mundo para o SARS-CoV-2

A partir de agora disponível na Europa, o teste aprovado pela CE ajuda a evitar o tempo em quarentena, dispensa laboratórios e torna as viagens e o trabalho mais seguros.

CTT vão passar a entregar o Cartão de Cidadão em casa dos portugueses

Este é um projeto-piloto que arrancou, para já, somente no concelho de Oeiras.