fbpx

Oficial: MotoGP regressa a Portugal de 20 a 22 de novembro

Não fosse a COVID-19 e seria um ano inesquecível pelos melhores motivos.

MotoGP

Foi na sexta-feira passada, dia 7 de agosto, que referimos aqui no Echo Boomer que Portugal iria receber uma prova de MotoGP, a realizar-se no fim-de-semana de 22 de novembro. E agora confirma-se.

O anúncio já foi feito, pelo que podem marcar na agenda: de 20 a 22 de novembro, o Autódromo Internacional do Algarve recebe a 14.ª e última prova do Mundial de MotoGP.

Ou seja, e um mês depois da prova de Fórmula 1, aquele autódromo garante a realização da prova rainha do motociclismo. E à semelhança da F1, também este Grande Prémio de Portugal MotoGP terá público nas bandas.

“Estamos a trabalhar para ter adeptos na nossa corrida e vamos começar com uma capacidade de 30 mil adeptos para o fim de semana da corrida e depois vamos decidir com a Dorna e com as autoridades sanitárias o que fazer nos passos seguintes”, afirmou Paulo Pinheiro, CEO do Autódromo do Algarve, em declarações ao site da MotoGP.

Nesse caso, já é possível adquirir os bilhetes só para domingo, dia 22 de novembro, com preços que começam nos 45€ e vão até aos 175€, ou para o fim-de-semana, cujos valores vão desde os 55€ aos 185€.

Há descontos de 50% para crianças entre os 8 e os 14 anos de idade, se bem que só poderão entrar no autódromo quando acompanhadas por um adulto com bilhete pago. Há ainda descontos de 25% para pessoas com mobilidade reduzida na Bancada Principal Inferior e Superior. Os bilhetes físicos serão enviados a partir de dia 1 de novembro.

Recorde-se que o Mundial de MotoGP aconteceu pela última vez por cá em 2012, na altura no circuito do Estoril.

- Publicidade -

Afiliados

Sigam-nos

10,789FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
631SeguidoresSeguir

Media Partner

Relacionados

Portugal vai receber uma prova do Mundial de MotoGP

E à semelhança da Fórmula 1, este GP de Portugal também acontecerá no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.
- Publicidade -

Mais Recentes

LISBOA ZERO. A plataforma que vem combater o desperdício alimentar

Esta plataforma tem como cidade piloto Lisboa, mas o objetivo é ser replicada mundialmente, combatendo o desperdício alimentar.