MEO, NOS e Vodafone vão apresentar 30 segundos de publicidade nas gravações automáticas

O sistema já está ativo na MEO e entra em funcionamento a 17 de agosto na Vodafone e NOS.

Gravações Automáticas MEO
- Publicidade -

Lembram-se quando, este mês, referimos aqui que a MEO iria passar a apresentar anúncios no sistema de Gravações Automáticas? Pois bem, parece que não será a única operadora.

Segundo adianta o jornal Expresso, também a NOS e Vodafone vão apresentar publicidades através desta funcionalidade. A MEO já tem os anúncios em funcionamento, enquanto que, no caso da NOS e Vodafone, tal processo inicia já na próxima segunda-feira, dia 17 de agosto.

Ao que consta, estas publicidades terão a duração de 30 segundos, podendo ser genéricas ou personalizadas. Se escolherem personalizadas, serão exibidos anúncios que se possam enquadrar com o vosso perfil de consumo.

Como é óbvio, somente os canais que suportam a função de gravação automática é que irão apresentar anúncios. E mesmo assim não serão todos. Serão os próprios canais a decidir se aceitam a inserção da publicidade ou não.

Esta funcionalidade de gravações automáticas era muito popular até aqui, uma vez que permitia saltar aos anúncios exibidos numa emissão regular.

- Publicidade -

Sigam-nos

12,948FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Parceiros

Relacionados

NOS passa a comercializar serviços de envio registado eletrónico

É a primeira prestadora de serviços de comunicações eletrónicas portuguesa incluída na Lista de Confiança Nacional de prestadores de Serviços de Confiança.

ADVNCE chega à grelha da NOS

Uma novidade que surge dias após a disponibilização de uma app para os clientes MEO com box.
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

O novo navio MSC Virtuosa tem dois novos restaurantes de especialidade

O novo navio oferecerá uma escolha incrível de restaurantes e bares com os melhores sabores e cozinhas internacionais.

Análise – Razer Blackshark V2

O balanço perfeito da linha Blackshark.

Teletrabalho: A lista de ferramentas úteis para começarem já a utilizar

Com a pandemia de COVID-19, que exigiu o isolamento social presencial, o teletrabalho assumiu uma importância acrescida em todo o mundo.