Já existe uma máquina de produção 100% portuguesa de máscaras cirúrgicas

O projeto nasce de uma equipa de profissionais experientes em inovação e criação de materiais de segurança pública e hospitalar.

- Publicidade -

A APINEQ, empresa nacional especializada em engenharia de controlo de processo e automação industrial, reinventou o seu modelo de negócio de automação em plena pandemia Covid-19 quando detetou falta de capacidade de resposta do produto na Europa. Em maio já tinha o 1º protótipo e, neste momento, já começou a exportar a linha automática de produção de máscaras cirúrgicas de alta cadência.

Idealizada pelo engenheiro Vaz Martins, esta que é a 1ª máquina de produção 100% nacional de máscaras cirúrgicas cumpre todas as certificações de segurança europeias.

De configuração modular e de fácil instalação, a linha de produção de máscaras cirúrgicas (com as medidas de adulto) oferece a capacidade de produzir, de forma totalmente automática, máscaras esterilizadas, embaladas unitariamente em plástico ou empacotadas em lotes de 50, em caixa de cartão.

O equipamento tem a capacidade de produção de um máximo de 120 máscaras por minuto.

Fonte:APINEQ
- Publicidade -

Sigam-nos

12,931FansCurti
4,064SeguidoresSeguir
656SeguidoresSeguir

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Análise – Anodyne 2: Return to Dust

Uma viagem emocional e marcante por um mundo coberto de pó e cinza.

Surpresa! Já podem ouvir Carnage, o novo álbum de Nick Cave

Carnage foi gravado durante o confinamento com o parceiro de longa data Warren Ellis, dos Bad Seeds.

Análise – Energy Sistem Headphones BT Travel 5 ANC

O cancelamento de ruído (ANC) ainda precisa de ser trabalhado, mas a nitidez do som surpreende.