Já existe uma máquina de produção 100% portuguesa de máscaras cirúrgicas

O projeto nasce de uma equipa de profissionais experientes em inovação e criação de materiais de segurança pública e hospitalar.

- Publicidade -

A APINEQ, empresa nacional especializada em engenharia de controlo de processo e automação industrial, reinventou o seu modelo de negócio de automação em plena pandemia Covid-19 quando detetou falta de capacidade de resposta do produto na Europa. Em maio já tinha o 1º protótipo e, neste momento, já começou a exportar a linha automática de produção de máscaras cirúrgicas de alta cadência.

Idealizada pelo engenheiro Vaz Martins, esta que é a 1ª máquina de produção 100% nacional de máscaras cirúrgicas cumpre todas as certificações de segurança europeias.

De configuração modular e de fácil instalação, a linha de produção de máscaras cirúrgicas (com as medidas de adulto) oferece a capacidade de produzir, de forma totalmente automática, máscaras esterilizadas, embaladas unitariamente em plástico ou empacotadas em lotes de 50, em caixa de cartão.

O equipamento tem a capacidade de produção de um máximo de 120 máscaras por minuto.

Fonte:APINEQ
- Publicidade -

Parceiros

Relacionados

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Recentes

Reportagem North Music Festival (Dia 2): Poucos mas bons na exaltação poética de Capicua

É verdade que foi um dia com pouca afluência, mas pelo menos estava um tempo maravilhoso.

Portugália vai regressar a Setúbal, mas em versão balcão

Passa de um restaurante isolado para uma loja no Alegro Setúbal.

12 antigas estações ferroviárias vão ser requalificadas e valorizadas para fins turísticos

10 no distrito de Bragança e duas no distrito de Viana do Castelo.