Os Zombies made in Portugal de Mutant Blast já chegaram aos videoclubes digitais

- Publicidade -

Pandemia zombie à Portuguesa?

Mutant Blast

Não têm planos para logo à noite? E que tal uma sessão de cinema de horror feita em Portugal? Mutant Blast é a mais recente aposta nacional a chegar aos videoclubes digitais.

A longa metragem selecionada por mais de 30 festivais internacionais é uma aventura épica de horror inspirada em vários clássicos de ficção científica e de ação, com zombies, super-humanos, ação e muito sangue. Para terem um gostinho daquilo que vos espera em Mutant Blast, podem ver aqui o trailer do filme e ler a sua sinopse:

“Maria, uma destemida soldado, e TS – 347, um homem com uma força sobre-humana, estão a ser perseguidos por uma célula militar responsável por experiências científicas que deram origem a um apocalipse zombie. Na fuga, irão deparar-se com Pedro, um sobrevivente que luta contra zombies com a mesma determinação com que luta contra uma enorme ressaca. Juntos, vão tentar fugir para um lugar seguro, mas vão surgir complicações pelo caminho, na forma de uma bomba nuclear.”

Galardoado no MOTELx 2018 com uma menção especial do júri para Maria Leite, como melhor atriz, e com os prémios para melhor ator, para Pedro Barão Dias, e melhor argumento, para Fernando Alle, na competição Ibero-Americana do festival Fantaspoa 2019, Mutant Blast já está disponível nos videoclubes da MEO, NOS, NOWO e Vodafone.

- Publicidade -

Relacionados

- Publicidade -

Mais recentes